Salvador Ramos enviou mensagens arrepiantes a uma rapariga que tinha conhecido online sobre o seu iminente ataque a uma escola primária

CNN , Isabelle Chapman e Daniel A. Medina
25 mai, 22:09

Jovem falou em exclusivo com a CNN e explicou que existiram mensagens de texto que a alarmaram. Num caso, Ramos disse-lhe que "atirou gatos mortos a casa das pessoas"

Minutos antes do seu atentado mortal em Uvalde, no estado norte-americano do Texas, Salvador Ramos terá enviado ma série de mensagens de texto arrepiantes a uma rapariga que conheceu online, descrevendo como tinha acabado de alvejar a sua avó e ia "disparar contra uma escola primária".
 
De acordo com imagens vistas pela CNN e uma entrevista com a adolescente que disse ter estado em contacto com o atirador durante semanas, Ramos queixou-se de que a sua avó estava "ao telefone com a AT&T abojt (sic) o meu telefone". "É irritante", escreveu numa mensagem de texto.
 
Seis minutos mais tarde, mandou outra mensagem: "Acabei de dar um tiro na cabeça da minha avó".
 
Segundos depois, ele disse: "Ima go shoot up a(n) elementary school rn (right now)" ("vou disparar contra uma escola primária agora", em tradução para português).
 
Esta mensagem foi enviada às 18:21 horas, hora da Europa Central, que eram 11:21 horas no Texas. Foi a sua última mensagem para a rapariga.
  
A rapariga de 15 anos, que vive em Frankfurt, Alemanha, disse que começou a conversar com Ramos a partir de uma aplicação no dia 9 de maio. Ramos enviou à rapariga vídeos de selfie e discutiu um plano para a visitar na Europa, de acordo com vídeos e mensagens de texto.
 
Numa mensagem, enviou-lhe uma captura de ecrã de um itinerário de voo do Google a partir da cidade de San Antonio. "Estou a chegar em breve", escreveu.
 
À CNN, a jovem disse que Ramos recebeu na segunda-feira um pacote de munições. Ele explicou-lhe que as balas iriam expandir-se quando atingissem alguém.

A certa altura, a rapariga perguntou-lhe o que ele planeava fazer. Ele disse-lhe que era uma surpresa e que "bastava esperar por isso".

Na terça-feira, às 11:01 horas, hora central, Ramos telefonou-lhe e disse-lhe que a amava, contou. Cerca de 20 minutos depois, às 11:21, ele mandou-lhe uma mensagem a dizer que tinha alvejado a sua avó.
 
A jovem, cuja mãe deu permissão para ser entrevistada, contou que falava diariamente no FaceTime com Ramos. Ela disse que também comunicou com ele através de uma aplicação chamada Yubo e jogou com ele numa aplicação de jogo chamada Plato. Nas suas conversas, ele perguntou-lhe sobre a sua vida na Alemanha. "Ele parecia feliz e confortável ao falar comigo", disse a rapariga. Ele contou-lhe que passava muito tempo sozinho em casa.
 
Houve outras mensagens de texto, no entanto, que a alarmaram. Num caso, disse ela, Ramos disse-lhe que "atirou gatos mortos a casa das pessoas".
  
Ela disse que ficou com a impressão de que ele era reservado. "Sempre que falávamos, ele nunca tinha planos com os seus amigos."

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados