Klosterpforte, o antigo mosteiro que vai ser a casa de Portugal na Alemanha

Vítor Maia , Enviado especial ao Euro 2024
12 jun, 23:30

Com 152 quartos, a unidade hoteleira volta a ser o quartel-general da seleção a partir desta quinta-feira, tal como tinha sucedido em 2006, e nenhum detalhe foi deixado ao acaso. Venha espreitar o edifício histórico que vai acolher a «equipas das Quinas»

Outrora mosteiro, a partir de quinta-feira quartel-general da seleção de Portugal.

O Hotel-Residence Klosterpforte tornar-se-á numa casa portuguesa na Alemanha à semelhança do que sucedeu em 2006. O edifício, construído em meados de 1200, vai receber a comitiva nacional em Marienfeld, pequena localidade na cidade de Gütersloh.

A unidade hoteleira tem 18 hectares e foi reservada na totalidade por Portugal, contrariamente ao que aconteceu há 18 anos. Apesar de ter mais de 800 anos, o hotel tem todas as condições que os jogadores precisam desde sauna, ginásio, piscina interior e exterior, spa, dois campos relvados, um restaurante e até salas de reunião e convívio.

A sala de reuniões com o detalhe do azulejo tradicional azul ao fundo.


O hotel sofreu, naturalmente, várias remodelações ao longo dos anos e tem atualmente 152 quartos (alguns com vista para lagos, outros para espaços verdes) e vai servir de base para Portugal que viajará para os jogos em Leipzig (18), Dortmund (22) e Gelsenkirchen (26) na fase de grupos do Euro 2024.

As duas cidades localizadas na Vestfália estão a pouco mais de uma hora de distância enquanto Leipzig obriga a uma deslocação mais longa: cerca de 400 quilómetros.

De resto, uma pequena caminhada pelo local permite perceber que no Hotel-Residence Klosterpforte já está tudo preparado ao detalhe para acolher Portugal. As salas de refeições e de reuniões já têm as cores nacionais assim como os relvados com o lema «Partilha a Paixão», conforme é possível ver na galeria associada ao artigo. O azulejo azul, semelhante ao equipamento alternativo da «equipa das Quinas» serve de pano de fundo à mensagem afixada.

Roberto Martínez e o seu staff colocaram uma «torre» entre os dois campos de forma a observarem os trabalhos num plano superior à semelhança do que Julien Lopetegui fez, por exemplo, no Olival durante o período em que orientou o FC Porto. No espaço contíguo ao relvado, está montado um pequeno ginásio ao ar livre com bicicletas para os jogadores se exercitarem.

 

A «torre» foi montada entre os dois campos.


Um hotel de quatro estrelas numa vila tradicionalmente pacata. No entanto, assim que Portugal percorrer os 52 quilómetros que ligam o aeroporto de Münster ao Hotel-Residence Klosterpforte, esta quinta-feira, Marienfeld recuperará a agitação de 2006.

As portas da unidade hoteleira estão para já abertas, mas em breve se fecharão e assim se irão manter até 14 de julho na melhor das hipóteses.

Relacionados

Euro 2024

Mais Euro 2024

Mais Lidas

Patrocinados