Ronaldo: «Esta geração merece ganhar uma competição desta magnitude»

Vítor Maia , Enviado especial ao Euro 2024
13 jun, 20:44

Em vésperas de disputar o sexto Europeu da carreira, o avançado falou aos jornalistas e apontou as hipóteses que a seleção tem de repetir o feito de 2016

Depois de um percurso que durou cerca de uma hora, a seleção nacional foi recebida em euforia na chegada a Marienfeld. O capitão de Portugal, Cristiano Ronaldo, falou aos jornalistas e deu voz à ambição nacional na véspera do arranque do Campeonato da Europa.

«Foi muito bonito desde a chegada ao aeroporto até aqui. A viagem de cerca de uma hora foi emocionante com muitos portugueses e também alemães nas ruas. Foi muito bonito», começou por dizer.

O internacional português confessou que «tem boas memórias» da unidade hoteleira, a mesma onde a «equipas das Quinas» ficou no Mundial 2006, prova em que foi até às meias-finais, acabando por perder com a França (1-0).

«Meias-finais? Oxalá que Portugal consiga ir mais longe. Vamos passo a passo e viver o momento, tranquilos, continuar a trabalhar bem como temos feito e acreditar que é possível. É jogo a jogo. É preciso ter calma, é uma competição curta, mas a equipa está preparada», afiançou.

A nível pessoal, Cristiano Ronaldo sublinhou que «está preparado» e que é «essencial começar bem» e desvalorizou o facto de estar prestes a participar no sexto Europeu.

«Desfruto do futebol. Os recordes são consequência [do meu trabalho]. Os recordes não são uma meta, aparecem de forma natural. É o meu sexto Europeu e quero desfrutar, jogar bem, dar o meu máximo e quero que Portugal ganhe», referiu.

O avançado do Al Nassr, que foi o porta-voz do grupo esta quinta-feira, confessou que a «ansiedade existe sempre» antes do arranque de uma fase final.

«A ansiedade existe sempre. Há sempre um frio na barriga no dia antes do jogo. Faz parte. Quando não sentir isso, é melhor parar. Sinto-me bastante motivado e estamos todos preparados», disse.

«Vejo a equipa bastante tranquila. Tivemos um dia para estar com as famílias, que foi importante, e a equipa voltou feliz e animada. A viagem correu bem, estão todos animados. Acredito que esta geração merece ganhar uma competição com esta magnitude, mas é pensar passo a passo. Temos de sonhar, sonhar é bom», concluiu.

 

Relacionados

Euro 2024

Mais Euro 2024

Patrocinados