O central turco confundiu-se como um turista pouco informado confunde a capital da Turquia e vai parar a Istambul em vez de Ancara: o momento do 0-3 contra Portugal

23 jun, 04:07
autogolo

Aquele autogolo, aquele autogolo...

“Insólito” é ver tanta gente invadir o campo, “caricato” é ver tantos jogadores escorregarem como se tivessem sebo nos pitons, mas este autogolo foi muito mais do que isso, foi de um ridículo de fazer troar os risos mais zombeteiros. Pobre Samet Akaydin, deve ter viajado por um instante para um universo paralelo de borboletas cintilando e perdeu a noção do espaço e do tempo, ainda estava Ronaldo furioso com o mau passe e já esbugalhávamos os olhos para ver se era mesmo verdade que aquilo estava a acontecer, o central turco confundiu-se como um turista pouco informado confunde a capital da Turquia e vai parar a Istambul em vez de Ancara. Se rirmos de nós próprios é sinal de inteligência, Akaydin deve estar a perguntar-se para que servirá chorarmos de nós próprios. Sucede que o infortúnio condenou o jogo: Portugal estava mijado de sorte, passava a ganhar por 2-0 antes da meia-hora e a Turquia desmoralizava e não recuperaria a força que viramos no seu primeiro jogo. Pior: a defesa turca meteu água suficiente para submergir por completo as 336 colunas romanas da Yerebatan Saray, a grande cisterna da Basílica de Istambul. Portugal teve mesmo muita sorte, mas se a sorte dá muito trabalho, o azar também dá muita aselhice, aquela defesa tem o desenho do arame farpado mas hoje foi feita de farelo

SAIBA MAIS
VEJA AQUI AQUI AS NOTAS AOS JOGADORES NO TURQUIA 0-3 PORTUGAL, O MELHOR DO JOGO, O PIOR DO JOGO E A SUPRESA DO JOGO

Euro 2024

Mais Euro 2024

Patrocinados