Uma língua de fogo parece desafiar um bombeiro nesta fotografia impressionante dos incêndios em Espanha

8 ago, 21:15
Bombeiros combatem um fogo florestal na aldeia espanhola de A Caniza, em Pontevedra (EPA/Sxenick)

Este ano, já arderam em Espanha mais 236 mil hectares, o que corresponde a 38,5% do total da área queimada este ano em incêndios dentro da União Europeia

Na semana passada, várias regiões do país eram fortemente afetadas pela onda de calor que assolou o interior da Espanha, causando a maior área ardida dentro da União Europeia em 2022 e o maior fogo no país desde que há registos, segundo dados provisórios.

Este ano, já arderam em Espanha mais 236 mil hectares, o que corresponde a 38,5% do total da área queimada por incêndios dentro da União Europeia (578.956 hectares), segundo os dados mais recentes do Sistema Europeu de Informação sobre Incêndios Florestais (EFFIS, na sigla em inglês), que se baseia em imagens de satélite para fazer estimativas.

Só nas últimas duas semanas e meia, a área ardida em Espanha superou o total queimado durante todo o ano de 2021 (84.827 hectares), ainda segundo o EFFIS, cuja base de dados vai até 2006.

Espanha é, nos cálculos deste organismo europeu, o país da União Europeia com mais área queimada em 2022, à frente da Roménia (150 mil hectares), Portugal (62 mil hectares), França (48 mil hectares), Itália (41 mil hectares) e Croácia (31 mil hectares).

A fotografia do bombeiro foi tirada no dia 31 de julho na vila de Caniza, na região espanhola da Galiza, e divulgada esta segunda-feira.

Europa

Mais Europa

Patrocinados