De Itália a Portugal, 2022 traz bom tempo a algumas zonas da Europa, um fenómeno "anormal" para a época

CNN Portugal , BCE
1 jan, 07:31
Itália (AP Photo/Andrew Medichini)

Os meteorologistas dizem que as temperaturas que têm vindo a ser registadas nos últimos dias em alguns países do continente europeu "não são normais" para a época

Nos últimos dias, alguns países da Europa, incluindo Portugal, têm registado temperaturas elevadas, muito acima da média para a altura do ano. Os meteorologistas falam num fenómeno "anormal", assinalando que em algumas cidades europeias as temperaturas atingiram níveis que já não eram registados há séculos.

Em Espanha, por exemplo, os últimos dias ficaram marcados pelo registo de temperaturas recorde em algumas cidades, incluindo Bilbao, no norte do país, onde as temperaturas atingiram 24,7°C - a temperatura mais alta na região desde 1947. O mesmo aconteceu no centro de Espanha, nomeadamente em Segóvia, onde as temperaturas atingiram os 22,7°C - a temperatura mais alta registada desde 1920.

"Estas temperaturas não são normais. São temperaturas que esperávamos ver em abril", assinalou Rúben del Campo, porta-voz da agência de meteorologia espanhola AEMET, citado pelo The Guardian.

O responsável atribuiu este calor do final do ano a uma massa de ar quente sobre Espanha, acompanhada de um anticiclone de alta pressão, um fenómeno que, nas suas palavras, é "normal". "O que não é normal são estas temperaturas tão elevadas nesta altura do ano", acrescentou.

O anticiclone de alta pressão atingiu também França e Itália, levando as autoridades a alertarem para o risco de avalanche nos Alpes italianos.

"Neste momento, [a temperatura] é de cerca de 15ºC em algumas áreas dos Alpes, localizadas a 1,600 metros de altitude, e não chegou sequer aos 0ºC abaixo dos 4,000 metros. As noites não têm sido geladas, o que é muito estranho", disse Luca Mercalli, meteorologista italiano, citado pelo mesmo jornal.

Algumas das estâncias de esqui mais conhecidas de Itália, como as localizadas em Cortina d'Ampezzo e Courmayeur, contam com previsões de 13ºC acima da média registada na véspera do Ano Novo, temperaturas que devem permanecer elevadas até ao dia 3 de janeiro, segunda-feira.

O serviço de resgate dos Alpes italianos aconselhou os turistas a verificarem regularmente os boletins meteorológicos devido ao risco de avalanches. "As temperaturas elevadas acompanhadas de ventos fortes criam as condições perfeitas para avalanches", alertou Mercalli.

De resto, e tal como Espanha, Itália está a registar temperaturas muito elevadas, com a previsão de 18ºC para Roma, no sábado, e 22ºC na Sicília, até meio da semana.

A tendência estende-se a Portugal, onde estão previstas para este fim de semana máximas acima dos 20 graus em várias zonas do país, do sul ao litoral norte e centro, devido a uma massa de ar quente proveniente do norte de África. 

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), no dia 1 de janeiro estão previstas temperaturas "a rondar os 20ºC na generalidade do território" nacional. 

Europa

Mais Europa

Patrocinados