Navio patrulha português participa no resgate de 24 migrantes no sul de Espanha

Agência Lusa , AM
1 nov, 11:52

“Mondego” está integrado na operação INDALO, sob a égide da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira - FRONTEX.

O navio patrulha costeiro “Mondego”, da Marinha Portuguesa, participou no sul de Espanha, na última semana, no resgate de 24 migrantes, anunciou esta terça-feira o Estado-Maior General das Forças Armadas (EMGFA) de Portugal, em comunicado.

O “Mondego” está integrado na operação INDALO, sob a égide da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira - FRONTEX.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o EMGFA descreveu que nos dias 25 e 26 de outubro foram detetadas duas embarcações de migrantes, uma com nove pessoas a bordo e outra com 15.

Sobre a primeira embarcação, o EMGFA descreve que “após contacto com as autoridades em Madrid, o navio português colaborou com o salvamento, efetuado pelo SALVAMARSPICA [lancha de salvamento], tendo sido efetuado com sucesso o resgate de todos os elementos a bordo”.

“Durante o empenhamento nesta ação, o navio português prestou assistência aos migrantes, fornecendo água e comida, bem como mantas de aquecimento”, é descrito na nota de imprensa.

O cenário foi diferente na segunda ação de resgate descrita pelo EMGFA, uma vez que os ocupantes da segunda embarcação apresentaram “uma postura pouco cooperante”, refere esta autoridade.

Em causa estava uma embarcação com migrantes que se dirigia para a costa de Espanha, à qual foi solicitado que aguardasse na posição, ordem à qual não correspondeu.

“Dessa forma, numa tentativa de parar a embarcação, o navio empenhou a semirrígida com um elemento da Guardia Civil a bordo, numa tentativa de impedir o desembarque dos migrantes em terra. Sem sucesso, estes acabaram por desembarcar numa zona de difícil acesso”, aponta o EMGFA.

Já em terra, e em colaboração com as autoridades em Madrid, foram “empenhadas patrulhas terrestres para a interceção dos migrantes” e “a embarcação que serviu de transporte foi entregue a elementos da Guardia Civil”.

“A agência FRONTEX agradeceu o empenho e rápida resposta do navio patrulha costeiro 'Mondego' e de toda a sua guarnição nas ações efetuadas no decorrer da patrulha”, termina o EMGFA.

Europa

Mais Europa

Patrocinados