Luis Enrique: «Senti que iríamos seguramente marcar um golo»

Sérgio Pires , Estádio Municipal de Braga
27 set, 23:47
Luis Enrique no Portugal-Espanha

Portugal-Espanha, 0-1 (reportagem)

Declarações de Luis Enrique, selecionador espanhol, após a vitória sobre Portugal que vale o apuramento para a «final four» da Liga das Nações:

«Os jogadores que saíram do banco foram determinantes, mas para que o rival estivesse cansado foi preciso o trabalho de todos. Isto é uma equipa. Quando há uma equipa, há uma estratégia global. A exigência física no ataque como na defesa é imensa. O resto é o que procuramos sempre diante de um rival de alto nível. Era importante evitar que os melhores jogadores de Portugal tocassem muito na bola. Ao intervalo tivemos de sacar o Hugo por ter um amarelo e puxar o Rodri para trás. A sensação que tive na segunda parte é de que iríamos seguramente marcar um golo. Estamos mais uma vez na “final four” da Liga das Nações, a segunda consecutiva […] Esta vitória dá-nos tranquilidade. Este jogo era também uma prova, um teste. Uma final fora de casa e ganhámos. Voltámos a demonstrar que não é fácil jogar frente à Espanha e que, no Mundial, os adversários vão ter que fazer muito bem as coisas para nos conseguirem vencer.

[Sobre os críticos] «Lido bem com as críticas. Sempre houve muito ruído junto da seleção. Comigo, com Javier Clemente, com Camacho, com Del Bosque... Isso é o futebol profissional. Estamos dependentes de resultados. Isso não me afeta nada.»

Relacionados

Seleção

Mais Seleção

Patrocinados