FIFA vai ter de pagar mais de 20 mil euros por dia ao Barça por Araújo

26 set, 11:17
Ronald Araújo (Photo by Robbie Jay Barratt - AMA/Getty Images)

Defesa uruguaio lesionou-se ao serviço da seleção e clube vai ser compensado ao abrigo do Programa de Proteção de jogadores

Ronald Araújo, central uruguaio do Barcelona, lesionou-se ao serviço da seleção, na passada sexta-feira, no decorrer de um jogo particular com o Irão de Carlos Queiroz, e a FIFA vai ter de pagar uma compensação milionária ao clube catalão, ao abrigo do Programa de Proteção dos jogadores, que pode chegar à tarifa máxima de 20.458 euros por dia, até a um limite máximo de 7,5 milhões de euros, segundo recorda o jornal Mundo Deportivo.

O programa de compensação da FIFA aplica-se quando os jogadores se lesionam ao serviço das respetivas seleções e fiquem impedidos de jogar por um período superior a 28 dias, como é o caso de Araújo que está, inclusive, em risco de falhar o Mundial que está previsto para o final do ano no Qatar.

O valor pago pela FIFA é calculado tendo em conta o salário fixo do jogador, sem ter em conta as variáveis associadas, e pode chegar a um teto máximo de 7,5 milhões de euros. Este valor pode ser alcançado com a multiplicação dos 20.458 euros diários por 365 dias de um ano, o máximo que paga o Programa de Proteção dos jogadores aprovado em dezembro de 2018.

Ronald Araújo sofreu uma avulsão do tendão do adutor do músculo direito e vai ter uma reunião com a equipa médica do Barcelona para decidir se vai ser operado, como prefere o clube, recordando uma lesão semelhante de Umtiti, ou se vai optar por um tratamento mais conservador, que lhe permita, numa perspetiva otimista, ainda jogar o Mundial.

Relacionados

Patrocinados