Fuga de dióxido de carbono em central nuclear da Catalunha faz um morto

Central Nuclear de Ascó
Central Nuclear de Ascó

Três pessoas ficaram feridas após uma falha no sistema de prevenção de incêndios

PUB

Uma pessoa morreu e três ficaram feridas após uma fuga de dióxido de carbono (CO2) na central nuclear de Ascó, na Catalunha, Espanha, informaram, nesta quarta-feira, os serviços de emergência regionais.

De acordo com a conta dos Bombeiros da Catalunha no Twitter, o incidente ocorreu devido a uma falha no sistema de prevenção de incêndios, que não está conectado a qualquer material radioativo.

PUB

 

 

Os bombeiros, conjuntamente com os funcionários da central de Ascó, verificaram o desempenho técnico do local, avançando que não foram registados erros a este nível.

A central está localizada na província de Tarragona e, juntamente com a vizinha central de Vandelós, produz cerca de 50% da eletricidade consumida na Catalunha.

Os bombeiros enviaram sete equipas e um veículo de risco químico para o local, após terem recebido o alerta às 19:00 horas. Numa atualização nas redes sociais, os bombeiros adiantaram que o perímetro estava seguro e que se preparavam para abandonar a central.

O incidente ocorre depois de, em agosto deste ano, a central de Vandellós ter sofrido uma anomalia num transmissor de pressão, descrito pelo Conselho de Segurança Nuclear de Espanha como um evento de nível 1 na na Escala Internacional de Eventos Nucleares e Radiológicos.

PUB
PUB
PUB

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.

Europa

Mais Europa