Notas nos colégios são quase dois valores mais altas do que nas escolas públicas

Agência Lusa , MJC
5 jun, 14:14
Escola

As disciplinas anuais continuam a ser as que apresentam médias mais elevadas: 16,8 valores no ensino público e 18,3 valores no privado, destacando-se Aplicações Informáticas B

A média das notas internas dos alunos do ensino secundário das escolas privadas são quase dois valores acima das dos estudantes das escolas públicas, segundo um relatório da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC).

A média das classificações internas no ensino público foi de 15 valores no ano letivo 2022/23, numa escala de zero a 20, enquanto no ensino privado a média foi de 16,9 valores, revela o estudo, que analisou as notas obtidas no final do ano às diferentes disciplinas dos alunos dos cursos científico-humanísticos (CCH) entre 2017/2018 e 2022/23.

Comparando com os dados divulgados no ano passado, a média das escolas públicas manteve-se inalterada e entre as privadas houve uma ligeira redução de 0,1 valores, segundo o documento hoje divulgado.

As disciplinas anuais continuam a ser as que apresentam médias mais elevadas: 16,8 valores no ensino público e 18,3 valores no privado, destacando-se Aplicações Informáticas B.

Nas escolas públicas, a média de Aplicações Informáticas foi de 17,9 valores, e nos colégios foi de 18,7 valores.

Já as disciplinas trienais apresentam uma média ligeiramente mais baixa, com a disciplina de Educação Física a voltar a ser aquela onde os alunos têm melhores notas (16,8 valores no público e 18,2 no privado).

Entre as bienais, destacam-se os alunos de Inglês com 15,3 valores nas escolas públicas e 17,2 valores nos estabelecimentos privados.

Em 2022/23, devido à situação pandémica da COVID-19, as classificações finais das disciplinas continuaram a resultar exclusivamente da classificação atribuída pelos docentes ao desempenho dos alunos no decurso do ano.

Relacionados

Educação

Mais Educação

Patrocinados