Bill Gates doa mais de mil milhões de dólares para melhorar ensino de matemática

Agência Lusa , AM
20 out, 06:20
Bill Gates (Evan Agostini/Invision/AP)

Aumento do foco na matemática acontece após a pandemia de covid-19 ter “provocado estragos” no ensino nas escolas secundárias e alargado o fosso entre o desempenho dos estudantes com base na raça

A Fundação Bill & Melinda Gates anunciou hoje que vai doar mais de mil milhões de dólares como parte de um plano nacional para melhorar o ensino de matemática nos próximos quatro anos.

O objetivo é ajudar os alunos a ter sucesso escolar e a conseguirem empregos bem remunerados quando se formarem, após a divulgação de um estudo que demonstra uma forte ligação entre as capacidades matemáticas e as carreiras de sucesso.

A fundação, conhecida pelas suas controversas decisões em matéria de educação, disse ainda que vai cortar nas verbas para outras disciplinas, como leitura, escrita e artes para investir mais dinheiro no ensino de matemática.

O aumento do foco na matemática acontece após a pandemia de covid-19 ter “provocado estragos” no ensino nas escolas secundárias e alargado o fosso entre o desempenho dos estudantes com base na raça.

As notas dos alunos negros caíram mais acentuadamente do que entre os alunos brancos, de acordo com Bob Hughes, diretor do programa de atribuição de donativos para o ensino básico da Fundação Gates.

As alterações à política de financiamento do ensino acontecem porque a fundação vê um melhor ensino de matemática nos primeiros anos como a chave para ajudar os estudantes a ter sucesso escolar em períodos mais adiantados.

Gates irá, então, fornecer subsídios para preparar professores de matemática para um melhor ensino da disciplina e para empresas e organizações sem fins lucrativos desenvolverem materiais didáticos de alta qualidade.

A fundação irá apoiar, também, investigações sobre o ensino de matemática e fazer doações para ajudar os programas de matemática do ensino secundário a preparar os alunos para a universidade e para o mercado de trabalho.

O investimento de pouco mais de mil milhões de dólares é igual ao montante gasto em todo o programa de ensino básico e secundário nos últimos quatro anos, durante os quais apenas 40% dessa verba foi dedicada a melhorar o ensino de matemática.

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados