20% das chamadas para o 112 no ano passado foram registadas como emergências

Agência Lusa , AM
10 fev 2023, 09:50
INEM

PSP dá conta que foram recebidas 19.359 chamadas por dia em 2020 e que foram atendidas no tempo médio de oito segundos

O número 112 recebeu uma média de 19.359 chamadas por dia no ano passado, totalizando mais de sete milhões, e cerca de 20% foram registadas como emergências, indicou esta sexta-feira a Polícia de Segurança Pública.

Por ocasião do dia europeu do 112, que se assinala no sábado, a PSP, que coordena o serviço em Portugal, indica que o 112 recebeu no ano passado 7.066.088 chamadas, uma média de 588.841 por mês e 19.359 por dia, que foram atendidas no tempo médio de oito segundos.

Segundo a PSP, das mais de sete milhões de chamadas, 1.394.502 foram registadas como emergências, correspondendo à prestação de socorro em 116.209 ocorrências por mês e 3.821 por dia, que desencadearam o acionamento de 1.519.563 serviços de emergência.

A PSP indica que, tal como aconteceu em anos anteriores, também em 2022 não se registaram picos em função da sazonalidade mas sim em função de eventos, como grandes incêndios rurais, sinistralidade rodoviária envolvendo diversos veículos e cheias, que levam a que diferentes pessoas contactem o 112 a reportar o mesmo incidente.

A Polícia de Segurança Pública dá conta que cerca de 75% do total das chamadas de emergência para o 112 visaram no ano passado solicitar apoio em situações de doença ou trauma com risco de vida ou necessidade imediata de assistência médica, seguindo-se os alertas para crimes em curso ou que acabaram de acontecer no momento da chamada, sinistralidade rodoviária e incêndios.

O número 112 é um contacto de emergência gratuito que funciona 24 horas por dia nos 27 Estados-Membros da União Europeia. Em Portugal, este serviço é operacionalmente coordenado pela PSP e compreende o centro de coordenação nacional e quatro centros operacionais que funcionam nas regiões Norte, Sul, Açores e Madeira.

Os centros operacionais garantem o atendimento a nível regional das chamadas 112, efetuando a triagem e encaminhamento da informação para a entidade com responsabilidade na sua resolução, designadamente as forças de segurança, INEM, Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) e Autoridade Marítima.

A PSP alerta para a importância dos cidadãos saberem em que situações podem recorrer ao número de emergência 112, o que contribui para o célere socorro.

Segundo a polícia, constituem emergências a reportar ao 112 as situações que envolvam pessoas em risco de vida ou com necessidade imediata de assistência média, crimes a decorrer ou que acabaram de acontecer no momento da chamada, incidentes graves, como inundações, incêndios florestais ou acidentes rodoviários graves, e descoberta de crianças ou idosos desaparecidos.

A PSP indica ainda que em qualquer outra situação o cidadão deverá contactar diretamente a esquadra ou corpo de bombeiros local e, nas situações relacionadas com a saúde, deverá ligar para o Centro de Contacto do Serviço Nacional de Saúde – SNS 24, através do 808242424.

País

Mais País

Patrocinados