Elon Musk abre sondagem a perguntar se deve deixar a liderança do Twitter

19 dez 2022, 08:44
Elon Musk (Associated Press)

Sem dar detalhes da saída, o dono da rede social revelou apenas, em resposta a um utilizador, que ainda não há nenhum sucessor para o seu lugar

Ellon Musk assumiu a liderança do Twitter há menos de dois meses e tem sido questionado diariamente sobre as decisões que toma: dos despedimentos às perdas de publicidade, da suspensão de contas de jornalistas às cobranças por contas verificadas, nada passa despercebido aos utilizadores. Perante o descontentamento, esta segunda-feira, o multimilionário criou uma sondagem para saber se deve abandonar a liderança do Twitter, garantindo que vai respeitar os resultados, apesar de ainda não ter sucessor.

“Devo abandonar a liderança do Twitter?”, pergunta na rede social.

Sem dar detalhes da saída, Musk revelou apenas, em resposta a um utilizador, que ainda não há nenhum sucessor para o seu lugar. A votação está programada para acabar às 11:20 (hora de Portugal Continental).

Em tribunal, o dono do Twitter já tinha afirmado que se ia afastar da rede social e, eventualmente, procurar um novo líder para a empresa, até porque, para si, um dos grandes problemas de gerir esta rede social é o facto de ser pouco lucrativa. Em novembro, Musk revelou que o Twitter tinha registado uma queda drástica nas receitas devido à saída de vários anunciantes por causa de "grupos ativistas" que alegadamente pressionavam as empresas a fazer publicidade.

Certo é que, desde que comprou a plataforma por 44 mil milhões de dólares (41,5 mil milhões de euros), o milionário tem enviado mensagens contraditórias sobre o que é autorizado ou não no Twitter, o que tem levado muitos dos utilizadores a abandonar a rede social.

Tecnologia

Mais Tecnologia

Mais Lidas

Patrocinados