Legislativas: PS ganha, PSD perde e Chega como terceira força também na Europa

Agência Lusa , DCT
23 mar, 19:04
André Ventura, líder do Chega e candidato à Assembleia da República

Nas anteriores legislativas, o Bloco de Esquerda tinha sido o terceiro partido mais votado neste círculo, passando agora para a sexta posição

A vitória do PS, que elege dois deputados, a derrota do PSD, que perde o único que tinha, e a confirmação do Chega como terceira força política na Europa marcam a repetição das legislativas, segundo os resultados provisórios.

Quando ainda se aguardam os resultados definitivos, que serão anunciados pela Comissão Nacional de Eleições (CNE), a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna (SGMAI) avança com os resultados após a contagem.

Votaram 109.350 eleitores, dos 926.376 que estavam inscritos, o que representa uma abstenção de 88,20%.

Ainda segundo os resultados provisórios, publicados no site da SGMAI, o PS obteve 32,98% (29,06% em 2019) e o PSD 14,99% (18,77%). Estes valores representam a perda do único deputado do PSD pela Europa e mais um deputado para o PS, que fica assim com os dois atribuídos a este círculo.

O Chega, terceira força política nas eleições de 30 de janeiro, também foi o terceiro partido mais votado pelos portugueses na Europa, reunindo 7,09% dos votos (0,85% nas legislativas de 2019).

Nas anteriores legislativas, o Bloco de Esquerda tinha sido o terceiro partido mais votado neste círculo, passando agora para a sexta posição.

A quarta força mais votada foi o PAN (2,70%) e, na quinta posição, surge a Iniciativa Liberal (IL).

Em relação aos votos nulos, aumentaram em relação a 2019, atingindo os 32.777 (29,97%).

Com a contagem de votos termina este ato eleitoral, repetido devido à falta de uma cópia do documento de identificação em numerosos votos de emigrantes.

Mais de 157 mil votos dos eleitores do círculo da Europa, 80% do total, foram anulados após, durante a contagem, terem sido misturados votos válidos com votos inválidos, não acompanhados de cópia do documento de identificação, como exige a lei.

Chamado a pronunciar-se sobre a anulação desses votos, o Tribunal Constitucional (TC) declarou a nulidade das eleições nestas assembleias.

Após a decisão do TC, a CNE deliberou que a repetição da votação presencial no círculo da Europa teria lugar em 12 e 13 de março e os votos por via postal serão considerados se recebidos até dia 23 (hoje).

Nas legislativas antecipadas de 30 de janeiro, o PS venceu com maioria absoluta, com 41,5% dos votos e 118 dos 230 deputados, enquanto o PSD obteve cerca de 27,8% dos votos e 72 deputados.

Com os dados hoje conhecidos, o PS ganha mais dois deputados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados