André Ventura será “número um” do Chega em Lisboa nas legislativas

Agência Lusa , WL
3 dez 2021, 19:15
Segundo dia do IV Congresso do Chega
Segundo dia do IV Congresso do Chega

O partido de extrema-direita escolheu o economista Pedro Arroja como mandatário nacional. Objetivo é ser a "terceira força política"

PUB

O presidente do Chega anunciou esta sexta-feira que será novamente cabeça de lista por Lisboa nas próximas eleições legislativas e que o mandatário nacional do partido será o economista Pedro Arroja, que também será candidato a deputado.

Em conferência de imprensa, na sede do Chega, em Lisboa, André Ventura anunciou alguns dos cabeças de lista do seu partido às eleições legislativas de 30 de janeiro próximo, assim como os coordenadores do programa eleitoral, Mithá Ribeiro, e da juventude, Rita Matias.

PUB

Além da candidatura de André Ventura em Lisboa, o Chega escolheu já cabeças de lista para Faro, Pedro Pinto, Santarém, Pedro Frazão, Viseu, João Tilly, Europa, José Dias Fernandes, e Fora da Europa, João Janela Baptista.

“O economista Pedro Arroja será o mandatário nacional e também candidato a deputado em lugar elegível”, disse o presidente do Chega.

Perante os jornalistas, André Ventura considerou que a ambição do Chega nas próximas eleições legislativas é tornar-se a terceira força política nacional e “afastar António Costa do cargo de primeiro-ministro”.

PUB
PUB
PUB

“Votar no PSD é votar no PS número dois. Nas próximas eleições, o Chega quer forçar um Governo de direita e não permitir um Bloco Central PS/PSD. Qualquer resultado acima dos 10% por parte do Chega, obrigará o futuro Governo a ter em conta as transformações que este partido quer operar na sociedade portuguesa”, declarou.

Relacionados

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados