Macron "tem o dever de chamar a Nova Frente Popular a governar", defende Mélenchon

7 jul, 19:59

Jean-Luc Mélenchon apela ainda à demissão do presidente francês

Jean-Luc Mélenchon, da Nova Frente Popular, considera que, com os resultados das primeiras projeções, o presidente francês, Emmanuel Macron, "tem o dever de chamar a Nova Frente Popular a governar".

"As lições do voto não deixam dúvidas: a derrota do presidente da República e da sua coligação está claramente confirmada. O presidente deve admitir esta derrota sem a contornar, seja de que maneira for. O primeiro-ministro deve ir embora. O presidente tem o dever de chamar a Nova Frente Popular a governar", declarou Mélenchon.

"O nosso povo rejeitou claramente a pior solução possível", afirmou Jean-Luc Mélenchon, acrescentando que o primeiro-ministro, Gabriel Attal, deve sair - palavras que foram recebidas com muitos aplausos e gritos de apoio por parte dos apoiantes.

Com estes resultados, e uma vez que são necessários 289 assentos para obter maioria absoluta no parlamento francês (que elege 577 deputados), o futuro político em França é agora incerto, não se sabendo quem vai chefiar o novo governo.

Foi isso mesmo que o próprio presidente declarou, numa reação às primeiras projeções, pedindo "cautela", uma vez que os resultados não respondem à dúvida de "quem vai governar".

Relacionados

Europa

Mais Europa

Patrocinados