Ministro da Economia diz que "há alguns interessados, mais do que se pensa" na compra da Efacec

Agência Lusa , BCE
3 nov, 17:12
Efacec

António Costa Silva garante que o Governo está a acompanhar a situação

O ministro da Economia e do Mar, António Costa Silva, afirmou esta quinta-feira que há "alguns interessados, mais do que se pensa" na compra da Efacec e garantiu estar empenhado em encontrar uma solução para a empresa.

O Governo anunciou, na sexta-feira, que a venda da Efacec ao grupo DST não foi concluída por não se terem verificado "todas as condições necessárias" à concretização do acordo de alienação.

Esta quarta-feira, em declarações à Lusa, à margem de uma conferência em Lisboa, sobre o 17.º aniversário da ASAE - Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, o ministro da Economia garantiu que o Governo está a acompanhar a situação.

"Nesta altura, a única coisa que posso dizer é que estamos empenhados em encontrar uma solução para a Efacec, que é uma grande empresa tecnológica, importante para o país", afirmou António Costa Silva.

O governante considerou que este é "um processo complexo", acrescentando que decorrem "negociações em várias frentes".

"Tenho muita fé e crença, tendo em conta as capacidades tecnológicas da companhia, tendo em conta os interessados, acho que vamos encontrar uma solução", considerou.

Questionado sobre se há muitos interessados, o ministro respondeu "alguns, mais do que às vezes se pensa".

Sobre o anúncio do primeiro-ministro, António Costa, relativo à avaliação da continuidade dos 'vistos gold', o ministro da Economia recusou comentar.

O primeiro-ministro "expressou a posição do Governo e a análise que está a ser feita", referiu António Costa Silva.

O chefe do Governo afirmou, na quarta-feira, que o Governo está a avaliar a continuidade do regime de 'vistos gold' para obtenção de autorização de residência em Portugal, admitindo que poderá não se justificar mais a sua manutenção.

Relacionados

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados