Governo irá tomar “brevemente” posição pública sobre Efacec, garante ministro

Agência Lusa , AG
27 out, 14:08
António Costa Silva (José Sena Goulão/Lusa)

António Costa Silva vincou ser “fundamental” encontrar uma “solução para a empresa”

O ministro da Economia e do Mar, António Costa Silva, disse esta quinta-feira que o Governo está a trabalhar numa solução para a Efacec e indicou que anunciará “brevemente” uma posição pública.

António Costa Silva falava no fim da segunda ronda de perguntas dos deputados após a sua intervenção, no segundo e último dia de debate na generalidade da proposta do Orçamento do Estado para 2023 (OE2023), no parlamento.

“Governo está a recolher todos elementos e brevemente tomaremos uma posição pública”, disse o governante, em resposta ao deputado social-democrata Afonso Oliveira.

António Costa Silva vincou ser “fundamental” encontrar uma “solução para a empresa”, sublinhando: “estamos a aproximar-nos de uma fase de decisões”.

“A minha mensagem é de tranquilidade e de trabalho, que estamos a fazer juntamente com o Ministério das Finanças para chegarmos a uma solução”, vincou.

A Efacec sofreu em julho de 2020 um processo de intervenção do Estado, estando em processo de venda à portuguesa DST SPGS.

Em maio deste ano, o ministro da Economia, António Costa Silva, sinalizou esperar finalizar o negócio até ao final de junho, prazo entretanto já ultrapassado.

A entrada do Estado na Efacec decorreu da saída de Isabel dos Santos, filha do ex-Presidente angolano José Eduardo dos Santos, da esfera acionista, na sequência do envolvimento no caso 'Luanda Leaks', no qual o Consórcio Internacional de Jornalismo de Investigação revelou mais de 715 mil ficheiros que detalham alegados esquemas financeiros da empresária.

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados