Drone carregava armas ilegais entre países, mas foi contra uma árvore (e apareceu a polícia)

4 mai, 14:43
Drone carregava armas dos EUA para o Canadá (Polícia de Ontario)

Autoridades ainda não sabem quem estava a pilotar o drone, ou a quem a encomenda (dos Estados Unidos para o Canadá) se destinava

A polícia do Canadá intercetou um drone que cruzou a fronteira vindo dos Estados Unidos. O aparelho carregava um saco de compras com várias armas, mas a polícia só deu pelo caso depois de o drone ter colidido com uma árvore.

As autoridades foram chamadas a uma casa na cidade de Port Lambton, em Ontário, depois de os residentes terem visto manobras estranhas por parte de um drone. O veículo não tripulado tinha cruzado a fronteira perto de Detroit.

“O nosso vizinho detetou alguém com um controlo remoto no nosso jardim a meio da noite”, referiu Christine Ackwood, em declarações à CTV News, explicando que o homem “não percebeu o que se passava”.

Mais tarde, ficou a saber que quem estava a operar o drone perdeu o controlo do aparelho, que se despenhou numa árvore. O suspeito fugiu num veículo.

A polícia acabou por conseguir recuperar o drone, verificando depois que o mesmo estava selado com metal e fita elétrica.

Lá dentro, para espanto dos agentes, foram encontradas 11 armas, a maioria das quais proibidas em solo canadiano. Numa das imagens partilhadas pela polícia, pode ver-se que o número de série de uma das armas foi apagado.

As autoridades suspeitam que o drone terá ultrapassado a fronteira no rio St Clair, estado do Michigan, mas ainda não conseguiram descobrir quem estava a pilotar o veículo, ou a quem se destinava a entrega.

De acordo com o jornal The Guardian, muitas armas utilizadas para cometer crimes no Canadá chegam de forma secreta dos Estados Unidos. Camiões, carros privados ou até aviões já tentaram fugir às autoridades por causa de carregamentos semelhantes. Desta vez, foi um drone.

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados