Drew Barrymore não é "uma pessoa que precisa de sexo"

CNN , Lisa Respers France
23 out, 19:00
A atriz Drew Barrymore (AP)

Aos 48 anos de idade, a atriz tem agora “sentimentos muito diferentes no que diz respeito à intimidade” daqueles que tinha quando era mais jovem

Drew Barrymore partilhou a sua perspetiva sobre o amor e o sexo pós-divórcio. A apresentadora de televisão escreveu recentemente no seu blogue para esclarecer uma ideia errada que certas pessoas têm de que ela não é fã de sexo.

“Há dias, entrei numa aula de ginástica e uma mulher disse-me 'pareces mesmo a Drew Barrymore, só que tu pareces cuidar do teu bem-estar mental e além disso ...ela detesta sexo!”, escreveu Barrymore. “Eu não sabia de que é que esta mulher estava a falar”, continuou. “Alguns dias depois soube que, de alguma forma, [ficaram com essa ideia por causa de] um comentário que eu tinha feito no meu programa sobre como a abstinência de sexo durante seis meses não me pareceu assim tanto tempo, porque na minha idade e com a minha experiência de vida, simplesmente não me parece que seja.”

Barrymore contou que esta conversa surgiu porque um ator famoso, que ela não disse quem era, (mas “que é considerado um galã”) disse que “se absteve de ter relações sexuais durante seis meses para se preparar para um papel no qual estava a trabalhar”.

Aos 48 anos de idade, escreveu Barrymore, ela tem agora “sentimentos muito diferentes no que diz respeito à intimidade” daqueles que tinha quando era mais jovem. A atriz e empresária tem-se concentrado em ser mãe das suas duas filhas com o seu ex-marido, Will Kopelman, contou, acrescentando que não teve nenhuma relação íntima desde a sua separação em 2016.

“Estou simplesmente numa fase completamente diferente na minha vida e talvez num futuro próximo tenha uma relação... apenas não tem sido essa a minha prioridade”, escreveu Barrymore. “Por isso não sou uma pessoa que precise de sexo e tenha de andar por aí a envolver-me com pessoas a esse nível. Sou alguém que está profundamente empenhada em encorajar a forma como as raparigas jovens, as minhas filhas, e eu própria enquanto mulher, devem funcionar neste mundo!”

Mas a atriz também deitou por terra a teoria de que odeia sexo. “Portanto, para que conste, eu não odeio sexo!”, escreveu Barrymore. “Só tive uma epifania de que o amor e o sexo simplesmente não são a mesma coisa. Tentei ser assim toda a minha vida... uma mulher tranquila e não uma rapariga doida por festas."

Artes

Mais Artes

Patrocinados