Existe uma posição ideal para dormir? Não se deite com dúvidas

28 mai 2023, 22:00
Dormir (Adobe Stock)

Já passou noites a mover-se freneticamente entre os lençóis sem encontrar qualquer posição que lhe agrade? Ou já se perguntou sobre qual posição lhe trará melhor qualidade de sono? Então este artigo é para si 

“Não há uma solução mágica que seja igual para toda a gente”, diz Teresa Paiva, neurologista e especialista em medicina do sono. "O que é o mais confortável para a pessoa" é também um fator importante, sublinha Joaquim Moita, diretor do Centro de Responsabilidade Integrado de Medicina do Sono do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Ainda assim, há recomendações consoante as diferentes necessidades individuais. Para começar, mantenha a calma: “Cada pessoa é capaz de identificar o seu próprio confronto”, aponta Teresa Paiva.  

Dormir de lado

Quando se deita de lado está a promover um alinhamento saudável da coluna vertebral e é a posição de sono com menor probabilidade de provocar dores nas costas, especialmente quando apoiada em almofadas - e também pode reduzir a azia, de acordo com a empresa norte-americana “Sleep Foundation”. 

Dormir de lado pode ser benéfico particularmente para indivíduos com dores de costas, que ressonam, que são afetados pela doença do refluxo gastroesofágico e pela apneia do sono, para idosos e grávidas. É uma posição favorável porque ajuda a circulação sanguínea e provoca uma diminuição do ressonar, explica Teresa Paiva. Mas pode não resolver o problema - se for esse o caso, Joaquim Moita lembra que "pode ser necessário ir ao médico”.

As mulheres grávidas têm uma maior tendência para ressonar e paragens respiratórias, por isso os especialistas recomendam que no fim da gestação optem por dormir numa posição lateral, uma vez que dessa forma aliviam o peso do bebé e facilitam a circulação sanguínea pelo corpo.

De barriga para cima

Dormir de barriga para cima facilita a manutenção da coluna vertebral alinhada e distribui uniformemente o peso do corpo, evitando potenciais dores no pescoço e costas, de acordo com a Sleep Foundation. 

Mas a posição que ajuda uns pode prejudicar outros. Os especialistas mencionam uma série de restrições quando se dorme nesta posição, visto que estar deitado de barriga para cima dificulta a circulação do sangue. 

Quem pode ver a sua qualidade de sono diminuir nesta posição são as pessoas com obesidade, apneia do sono, que ressonam - por isso devem evitá-la. Nestes casos, “o efeito de gravidade sobre os tecidos diminui ainda mais o espaço livre das vias aéreas superiores” dificultando a respiração, detalha Teresa Paiva.

Às pessoas obesas também é desaconselhada esta posição pois o peso do abdômen sobre o tórax prejudica a respiração. “As grávidas nos últimos meses de gestação não devem dormir de costas mas sim de lado" porque dormir de costas aumenta "o peso sobre a circulação “, explica Teresa Paiva.

“Nessa posição é mais fácil ressonar e fazer paragens respiratórias, apneias. Ressonar e as apneias provocam a fragmentação do sono, que deixa de ser contínuo para ser cortado por 'microdespertares'", diz Joaquim Moita, que acrescenta um outro ponto: "Ressonar incomoda tambmém o(a) parceiro(a) pois tem implicações na oxigenação de sangue do(a) parceiro(a)".

Outro ponto: Teresa Paiva alerta que os bebés recém-nascidos devem dormir de costas para a cama porque esta posição reduz o risco de morte súbita infantil.

De barriga para baixo

Esta posição não é recomendada para a maioria das pessoas, visto que as costelas têm de trabalhar contra a gravidade para respirar nesta posição, o que pode obrigá-lo a gastar mais energia e, assim, tornar o seu sono menos repousante, de acordo a Sleep Foundation.

A posição de dormir de barriga para baixo tem vários inconvenientes e não é recomendada a mulheres grávidas, pessoas com dores no pescoço ou nas costas.

A posição de barriga para baixo é a que menos apoia as costas de todas as posições de dormir e aumenta a pressão sobre a coluna vertebral, provocando por vezes dores de costas. Esta posição não é aconselhada a quem tem dores no pescoço, pois um requisito para dormir de barriga para baixo é virar a cabeça para um dos lados, o que faz com que o pescoço e a cabeça não estejam alinhados com o resto da coluna - prejudicando quer a coluna, quer o pescoço.

"Se o colchão não for suficientemente firme, a barriga e as ancas afundam-se no colchão, desalinhando desconfortavelmente a coluna vertebral. Este tipo de postura de sono assimétrica pode ter um impacto negativo na sua coluna ao longo do tempo", afirma a Sleep Foundation.

Conclusão

Esclarecido tudo isto, Joaquim Moita sublinha: “Não existe posição ótima para dormir, depende das pessoas”. Portanto: mantenha a calma.

E se nenhuma destas posições e conselhos melhorarem o seu sono, talvez seja altura de consultar um médico especialista.

Relacionados

Vida Saudável

Mais Vida Saudável

Mais Lidas

Patrocinados