Juiz veterano de Nova Iorque nomeado supervisor na investigação de Trump

Agência Lusa , BCE
16 set, 01:02
Casa de Donald Trump em Mar-a-Lago alvo de buscas pelo FBI (AP Photo/Wilfredo Lee)

O Departamento de Justiça está a investigar a apreensão de documentos ultrassecretos e confidenciais após Trump ter deixado a Casa Branca

Um juiz veterano de Nova Iorque foi nomeado para atuar como especialista independente e supervisionar os documentos oficiais recuperados na residência do ex-presidente norte-americano Donald Trump, em Mar-a-Lago, no estado da Florida.

Trata-se de Raymond Dearie, um antigo procurador que trabalhou como juiz-chefe do tribunal de federal com sede no Brooklyn.

O Departamento de Justiça e os advogados do ex-chefe de Estado haviam deixado claro que ficariam satisfeitos com a sua nomeação como alegado especialista independente.

Nessa função, Dearie vai ser responsável por verificar os documentos apreendidos nas buscas de 08 de agosto em Mar-a-Lago e separar os que podem estar protegidos por reivindicações de privilégio.

Ainda não é claro quanto tempo vai demorar o trabalho do ex-magistrado, mas o processo de escolha de um especialista já atrasou a investigação, com um juiz da Florida a pedir ao Departamento de Justiça para parar temporariamente.

O Departamento de Justiça está a investigar a apreensão de documentos ultrassecretos e confidenciais após Trump ter deixado a Casa Branca.

O FBI diz que recuperou mais de 11.000 documentos da mansão de Mar-a-Lago, incluindo mais de 100 com marcações de confidencialidade.

Relacionados

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados