Já pode comer broa de milho à vontade. DGS levantou restrições em Santarém, Leiria, Coimbra e Aveiro

CNN Portugal , BCE
1 set 2023, 20:02
Broa de milho. AP Photo

A DGS e a ASAE tinham desaconselhado há duas semanas o consumo de broa de milho em localidades dos distritos de Leiria, Santarém, Coimbra e Aveiro devido a uma toxinfeção alimentar associada a este alimento

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou esta sexta-feira que levantou as restrições de não consumo de broa de milho em Leiria, Santarém, Coimbra e Aveiro, distritos considerados de risco até agora.

Num comunicado enviado às redações, a DGS informa que a decisão foi tomada em conjunto com a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) e a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), depois de verificada a "inexistência de novos casos suspeitos" associados a uma toxinfeção alimentar e da "ausência de circulação, à data, de produtos potencialmente contaminados no mercado".

No total, foram registados 209 casos de toxinfeção alimentar associados ao consumo de broa de milho, dos quais apenas dois foram registados após a data do primeiro comunicado, divulgado a 10 de agosto. "A evolução positiva deveu-se à estratégia adotada pelas autoridades competentes e à adesão às medidas estabelecidas pelos operadores económicos e pelos consumidores", indica a DGS.

Esta evolução positiva não justifica, contudo, "a manutenção da recomendação de não consumo de broa nas áreas geográficas acima identificadas", ressalva a instituição, que garante que, caso surjam novos casos, "será emitida, se oportuno, nova informação sobre esta ocorrência".

Relacionados

País

Mais País

Patrocinados