Jovem de 21 anos detido por rapto violento na Maia

Agência Lusa , CF
14 jul, 16:34
Polícia Judiciária

O detido, acompanhado por mais quatro indivíduos, agrediu, roubou e sequestrou a vítima - que acabou por conseguir libertar-se e pedir ajuda

Um jovem, de 21 anos, foi detido por alegadamente ser um dos responsáveis pelo rapto de um homem na Maia, distrito do Porto, de levantar dinheiro no multibanco e de roubar a casa da vítima, foi esta quinta-feira anunciado.

Em comunicado, a Polícia Judiciária (PJ) explica que, pelas 19:30 de 16 de fevereiro, o arguido, “juntamente com mais quatro indivíduos, abordou o ofendido junto à estação de metro, subtraindo-lhe os bens e dinheiro que possuía”.

“Enquanto o mantinham sequestrado, no interior de uma viatura, tentaram proceder a vários levantamentos de numerário em caixas ATM, com dois cartões subtraídos, sem, contudo, o conseguirem fazer, por o ofendido ter indicado os códigos PIN errados”, descreve a PJ.

Segundo esta força de investigação criminal, já na posse das respetivas chaves, os sequestradores deslocaram-se depois para a residência do ofendido “com o intuito de roubar tudo o que pudessem”, sendo que, nessa ocasião, a vítima conseguiu libertar-se e pediu ajuda, o que obrigou “os autores dos crimes a fugir”.

“Durante todo o tempo em que esteve privado da liberdade, o ofendido foi sendo constantemente agredido com murros e bofetadas”, conta a PJ.

O detido, sem ocupação profissional e com antecedentes criminais por tráfico de estupefacientes, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

O jovem está indiciado dos crimes de sequestro, de roubo, de ofensa à integridade física qualificada e de abuso de cartão de garantia ou de cartão, dispositivo ou dados de pagamento, este último na forma tentada.

Relacionados

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados