Campelos: «Devíamos ter feito contenção e sofremos o empate»

1 out, 21:37
Desp. Chaves-Estoril

Desp. Chaves-EStoril, 1-1 (reportagem)

Vítor Campelos, treinador do Desportivo de Chaves, em conferência de imprensa, depois do empate consentido, em casa, diante do Estoril (1-1), em jogo da 8.ª jornada da Liga:

- Foi um jogo difícil, contra uma boa equipa. Já sabíamos que ia ser um jogo difícil. O Estoril tem uma equipa jovem, recheada de bons valores, com grande potencial. Sabíamos que ia ser um jogo equilibrado e teríamos de ser uma equipa paciente. Com a posse de bola, iríamos pôr os jogadores do Estoril a procurar os espaços. Teríamos de ser essa equipa.

- Acabámos por chegar ao golo num canto, uma situação em que falámos que teríamos de ser uma equipa forte e somos, realmente, fortes nas bolas paradas. Ao intervalo, falámos que tínhamos de ser muito mais agressivos no nosso meio campo, muito mais rápidos a chegar perto da bola e, mais uma vez, acertar mais passes, ter mais bola, com mais confiança.

- Creio que quando fizemos as alterações, ficámos com o Luther e com o Issah [Abass], jogadores rápidos, dando mais consistência ao meio, com a entrada do Sarr. Poderíamos, nessa altura, até porque o Estoril estava com a linha da defesa já bastante subida, numa ou outra situação, decidindo bem, ligando bem o jogo, explorar bem os corredores com entradas desses jogadores rápidos.

- Acabámos por sofrer um golo num lance em que, se o passe entra bem, isolávamos o Issah [Abass], mas o passe saiu mal. Depois dessa situação, tivemos uma má decisão no atacar a bola. Devíamos ter feito contenção e pronto, sofremos o golo do empate.

- Como é óbvio, queríamos muito ganhar, queríamos muito regressar às vitórias. Era o que queríamos. Acabámos por fazer um ponto. As falhas são coletivas. Era um jogo em que deveríamos ter feito mais ainda para ficar com os três pontos, mas é um ponto a somar a esta nossa caminhada.

Relacionados

Patrocinados