Taxa de desemprego recua na zona euro e na UE

Agência Lusa , FMC
30 jun, 11:14
Emprego (Getty Images)

Espanha (13,1%), Itália (8,1%) e Suécia (7,7%) apresentaram as mais altas taxas de desemprego

A taxa de desemprego recuou, em maio, para os 6,6% na zona euro e para os 6,1% na União Europeia (UE), segundo dados divulgados pelo Eurostat nesta quinta-feira.

De acordo com o serviço estatístico europeu, na zona euro, a taxa de 6,6% de desemprego em maio compara com 6,7% de abril e a de 8,1% homóloga.

Na UE, a taxa de desemprego manteve-se estável nos 6,1% face ao mês anterior e recuou na comparação com a de 7,3% de maio de 2021.

O Eurostat estima que, em maio, havia 13.066 milhões de desempregados na UE, dos quais 11.004 milhões na zona euro.

Espanha (13,1%), Itália (8,1%) e Suécia (7,7%) apresentaram as mais altas taxas de desemprego, não havendo dados disponíveis para a Grécia (onde o indicador tem estado acima dos 12%); República Checa (2,5%), Polónia (2,7%) e Alemanha (2,8%) as mais baixas.

Em Portugal, o desemprego foi em maio de 6,1%, acima dos 5,9% do mês anterior, mas aquém dos 6,9% homólogos.

Relacionados

Economia

Mais Economia

Patrocinados