Desemprego na zona euro desce para 6,6% em junho (mas Portugal fica abaixo da média)

Agência Lusa , CF
1 ago, 11:35
IEFP

Portugal regista uma taxa de desemprego de 6,1% em junho deste ano, menos do que o período homólogo de 2021 (6,7%) e ligeiramente acima do mês passado (6%)

 A taxa de desemprego na zona euro fixou-se em 6,6% em junho passado, abaixo dos 7,9% do período homólogo de 2021 e estável face à percentagem registada em maio deste ano, anunciou esta segunda-feira o Eurostat.

De acordo com os dados publicados pelo gabinete estatístico comunitário, Eurostat, na variação homóloga, registou-se então uma descida na taxa de desemprego (corrigida de sazonalidade) de 7,9% para 6,6%, respetivamente entre junho de 2021 e o mesmo mês de 2022.

Já na variação em cadeia, este foi o terceiro mês consecutivo em que a taxa de desemprego na zona euro foi de 6,6%, o que já tinha acontecido também em abril e maio.

Portugal ficou abaixo da média da zona euro, ao registar uma taxa de desemprego de 6,1% em junho de 2022, menos do que o período homólogo de 2021 (quando esta se fixou em 6,7%) e ligeiramente acima do mês passado (6%).

No conjunto da União Europeia (UE), a taxa de desemprego foi de 6% em junho deste ano, também abaixo dos 7,2% do mesmo mês de 2021 e estável face à percentagem de maio.

Em números absolutos, o Eurostat estima que 12,9 milhões de homens e mulheres na UE, dos quais 10,9 milhões na zona euro, estavam desempregados em junho de 2022.

Em comparação com junho de 2021, o desemprego diminuiu 2,3 milhões na UE e 1,9 milhões na zona do euro.

Já no que toca ao desemprego juvenil, em junho de 2022, 2,5 milhões de jovens (menores de 25 anos) estavam desempregados na UE, dos quais dois milhões na zona euro.

Por percentagem, em junho de 2022, a taxa de desemprego juvenil era de 13,6% tanto na UE como na zona euro, contra 16,8% no conjunto da União e 17,1% na área da moeda única no período homólogo de 2021 e 13,3% e 13,2% no mês anterior.

Em comparação com maio de 2022, o desemprego juvenil aumentou em 59 mil na UE e em 64 mil na zona do euro, enquanto face a junho de 2021, o desemprego juvenil diminuiu em 527 mil na UE e em 450 mil na zona do euro.

Por género, a taxa de desemprego era, em junho, de 6,4% na UE para as mulheres e de 5,7% para os homens.

Economia

Mais Economia

Patrocinados