Número de desempregados inscritos nos centros de emprego caiu 24,6% num ano

Agência Lusa , AM
20 abr, 14:13
Desemprego

IEFP revelou ainda que também o número de casais com ambos os elementos no desemprego recuou

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego recuou 5,2% em março face a fevereiro e 24,6% em relação a março de 2021, para 326.251, informou hoje o IEFP - Instituto do Emprego e Formação Profissional.

O total de desempregados registados em março foi 106.600 inferior ao verificado no mesmo mês de 2021 (- 24,6%) e de menos 18.013 face ao mês anterior (-5,2%).

Para a diminuição do desemprego registado, face a março de 2021, na variação absoluta, contribuíram, com destaque, os grupos dos indivíduos que procuram novo emprego (-103.130), os que estão inscritos há menos de um ano (-96.149) e os que possuem idade igual ou superior a 25 anos (-90.342).

Quanto ao desemprego jovem (pessoas com menos de 25 anos), os dados do IEFP registam uma diminuição em cadeia de 5,1% em março (-1.866 jovens) e uma diminuição de 31,9% (-16.258 jovens) face ao período homólogo.

Casais com ambos no desemprego descem

O número de casais com ambos os elementos no desemprego em março recuou 27,2% face ao período homólogo e 7,5% em comparação com o mês anterior, para 5.074, informou o IEFP.

"Do total de desempregados casados ou em união de facto, 10.148 (8,1%) têm também registo de que o seu cônjuge está igualmente inscrito como desempregado no Serviço de Emprego, totalizando 5.074 casais desempregados, em março de 2022", refere o IEFP na informação estatística divulgada.

O número representa uma descida de 27,2% face há um ano e a uma redução de 7,5% comparando com fevereiro.

Os casais nesta situação de duplo desemprego têm direito a uma majoração de 10% do valor da prestação de subsídio de desemprego, quando tenham dependentes a cargo.

Segundo o IEFP, no final de março estavam registados no Continente 305.802 desempregados, dos quais 41,0% eram casados ou viviam em situação de união de facto, perfazendo um total de 125 425.

A mesma informação indica que o desemprego registado nos Serviços de Emprego do Continente diminuiu 24,6% face ao período homólogo e 5,4% em relação ao mês anterior.

Relativamente aos desempregados casados ou em situação de união de facto, a diminuição face a março de 2021 atingiu 22,5% (-36.454 desempregados) e face a fevereiro de 2022 diminuiu 5,3% (-6.994).

Economia

Mais Economia

Patrocinados