Há quase cinco mil casais com ambos os elementos desempregados

Agência Lusa , MM
21 nov, 16:16
Desemprego

Dados divulgados, esta segunda-feira, pelo IEFP apontam para um aumento de casais desempregados face a outubro e uma queda em termos homólogos

O número de casais com ambos os elementos no desemprego aumentou 1,29% em outubro face ao mês anterior e caiu 14,4% em termos homólogos, para 4.562, informou esta segunda-feira o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

“Do total de desempregados casados ou em união de facto, 9.124 (7,9%) têm também registo de que o seu cônjuge está igualmente inscrito como desempregado no Serviço de Emprego, totalizando 4.562 casais desempregados, em outubro de 2022”, refere o IEFP na informação estatística divulgada.

Aquele número, indica o IEFP, representa uma descida de 14,4% face ao número de casais desempregados registado há um ano, mas uma subida de 1,29% comparando com setembro.

Os casais nesta situação de duplo desemprego têm direito a uma majoração de 10% do valor da prestação de subsídio de desemprego, quando tenham dependentes a cargo.

Segundo o IEFP, no final de outubro estavam registados no continente 273.383 desempregados, dos quais 42,1% eram casados ou viviam em situação de união de facto, perfazendo um total de 114.964.

O instituto informa ainda que o desemprego registado nos serviços de emprego do continente diminuiu 17,1% face ao período homólogo e aumentou 0,7% em relação ao mês anterior.

Relativamente ao total de desempregados casados ou em situação de união de facto, observa-se uma diminuição de 15,1% (-20.417 desempregados) face a outubro de 2021 e um decréscimo de 0,2% (-230) relativamente a setembro de 2022.

Patrocinados