PJ encontra jovem de 15 anos desaparecida há mês e meio

10 nov, 15:44

Padrasto e mãe da jovem foram detidos em Famalicão

A Polícia Judiciária encontrou a jovem de 15 anos que estava desaparecida há um mês e meio, depois de ter sido vista pela última vez na Póvoa de Varzim. A adolescente estava no Instituto Madre Matilde, à guarda do Estado, uma instituição para onde foi enviada pela própria mãe.

Ao que a TVI/CNN Portugal conseguiu apurar, a jovem estaria com o padrasto, que está indiciado por sequestro agravado, estando em causa o crime de subtração de menor.

O padrasto da menor, bem como a mãe, foi detido em Famalicão, onde o casal tinha arrendado um anexo de uma casa há cerca de um mês, já depois do desparecimento da jovem. O homem foi detido em flagrante delito à saída da habitação, que não tinha condições.

Desde o dia 26 de setembro que a menina estava sem telemóvel e sem acesso à escola, sendo que a Polícia Judiciária só entrou em ação três dias após as perguntas colocadas pela CNN Portugal ao Ministério Público.

A jovem aparece após o caso ter sido denunciado no programa Exclusivo, rubrica do Jornal das 8 da TVI.

A Polícia Judiciária já confirmou as detenções através de um comunicado no qual refere que "os arguidos induziram uma menor, filha de um deles, a fugir de uma instituição onde se encontrava acolhida, por decisão judicial tendo-a mantido a partir dessa data privada da sua liberdade de locomoção, sem poder sair, ir à escola ou conviver com outras pessoas".

Os dois detidos, de 43 e 41 anos, vão ser presentes para apresentação das medidas de coação.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Mais Lidas

Patrocinados