Resultado da AD entre o intervalo das sondagens das televisões à boca das urnas

Agência Lusa , DCT
11 mar, 02:39
Luís Montenegro, AD, PSD (Lusa)

As projeções dos resultados eleitorais divulgados pela RTP, SIC, TVI e CMTV tinham apontado a vitória da AD, com entre 27,2% e 33,2% dos votos.

A Aliança Democrática (AD) ganhou as eleições legislativas, com 29,49%, quando ainda faltam apurar os votos dos emigrantes, com o resultado a ficar no intervalo das sondagens feitas à boca das urnas.

Quando ainda faltam apurar 31 consulados, correspondentes a quatro mandatos pelos círculos da Europa e fora da Europa, a coligação entre o PSD, CDS e PPM obteve no domingo 29,49%, que se traduz num total de 79 mandatos.

As projeções dos resultados eleitorais divulgados pela RTP, SIC, TVI e CMTV tinham apontado a vitória da AD, com entre 27,2% e 33,2% dos votos.

A projeção da RTP, realizada pelo CESOP - Universidade Católica Portuguesa, dava um intervalo entre 29% e 33%, a sondagem do ICS/ISCTE/GfK Metris para a SIC avançava entre 27,6% e 31,8%.

Já a da Pitagórica para a TVI/CNN Portugal apontava entre 28% e 33% e da CMTV, realizada pela Intercampus, dava um intervelo entre 27,2% a 33,2%.

Todas as sondagens davam o PS em segundo lugar, num intervalo entre 23,8% e 29,8%. De acordo com os resultados provisórios, ainda com os círculos Europa e fora da Europa por apurar, o PS está com 28,66% e 77 mandatos.

As projeções da CMTV (intervalo entre 23,8% e 29,8%), as da TVI/CNN Portugal (28% e 33%) e as da RTP (25% e 29%) foram as que se aproximaram deste resultado.

Em sentido contrário, a SIC avançou com um intervalo entre 24,2% e 28,4%.

O resultado do partido de extrema-direita Chega foi a surpresa da noite, tendo quadruplicado o número de mandatos no parlamento, para 48 (18,6%), ficando no intervalo das sondagens da Pitagórica (intervalo 16,6% e 21,6%), ICS/ISCTE/GfK (16,6% e 20,8%) e Intercampus (15,6% e 20,6%).

A Iniciativa Liberal (IL) registou 5,08%, o correspondente a oito mandatos, e ficou dentro da margem das projeções das sondagens (entre 3,3% e 7,3%).

Também o resultado do Bloco de Esquerda (BE), que obteve 4,46% (cinco mandatos), ficou dentro da margem estimada pelas empresas de sondagens, tal como o Livre, que alcançou 3,26% (quatro mandatos).

A CDU, com uma votação de 3,30% (quatro mandatos), ficou entre o intervalo previsto pelas quatro sondagens (entre 1,2% e 5,3%), tal como o PAN, que obteve 1,93% e mantém um mandato.

Decisão 24

Mais Decisão 24

Patrocinados