Bloco de Esquerda sugere uma "hora particular" para que quem está em isolamento possa votar

Agência Lusa , BCE
6 jan, 16:28
Votar

Perante as previsões que apontam para que milhares de portugueses possam estar em isolamento no dia das eleições legislativas, os partidos têm apresentado propostas para garantir o exercício do direito ao voto de todos os eleitores

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE) sugeriu esta quinta-feira a possibilidade de extensão do horário de voto nas eleições legislativas, com uma hora particular para que quem esteja em isolamento possa exercer o seu direito.

“O voto antecipado é importante, mas há outras medidas que podem ser estudadas, como a extensão de horário de voto com uma hora particular para quem possa estar em isolamento”, afirmou Catarina Martins.

A coordenadora do BE, que garantiu confiar nas autoridades de saúde e nas decisões que vão ser tomadas sobre a matéria, defendeu a importância de “todos se sentirem seguros para irem votar”, nas legislativas de 30 de janeiro”.

À margem de um encontro com um grupo vigilantes de segurança privada, Catarina Martins considerou que a reabertura das escolas na próxima segunda-feira “é a medida mais importante” das anunciadas esta quinta-feira primeiro-ministro, após nova avaliação do impacto da pandemia em Portugal.

“O Bloco de Esquerda acha muito importante que as escolas possam reabrir em segurança. É tão importante que as crianças e jovens tenham o seu ano letivo, com a vacinação e cuidados o processo é seguro. Essa aprece-me ser a medida mais importante”, disse, admitindo que ainda não tinha tido oportunidade de “ouvir todas as medidas”.

Relacionados

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados