Darwin Núñez e Salah resgatam Liverpool frente ao Fulham de Marco Silva

6 ago, 14:25
Fulham-Liverpool

Grande jogo no regresso do treinador português à Premier League, com Palhinha em destaque também

O Fulham-Liverpool foi tudo o que os adeptos neutros queriam que fosse: um jogaço. No regresso de Marco Silva à Premier League, Darwin Núñez fez diferença nos reds, tal como fizeram João Palhinha e Mitrovic no lado dos cottagers. No final, 2-2 num jogo intenso e que ainda teve o internacional sub-21 português Fábio Carvalho em campo [veja os golos].

Palhinha foi fundamental na estratégia de Marco Silva. O médio português foi um dos principais responsáveis para que o Fulham secasse o meio-campo do Liverpool. Palhinha encheu o terreno e os londrinos tentaram surpreender o candidato ao título. Isso sucedeu quando Tete cruzou e encontrou Mitrovic nas costas de Trent Alexander-Arnold. O sérvio saltou e começou a Premier League a faturar. 

Os reds estavam em apuros, diga-se. Não só pelo resultado, mas pelo que exibiam. Não foi, por isso, de estranhar que com 1-0 no segundo tempo, Klopp facilmente recorresse a Darwin Núñez. O uruguaio ex-Benfica substituiu Firmino e, depois de o ex-FC Porto Luis Díaz ter atirado à trave no primeiro tempo, Kebano atirou ao poste pelo lado do Fulham até que Darwin deixou marca.

O avançado desperdiçou num toque de calcanhar uma primeira ocasião, mas na segunda tentativa, a bola parou no fundo das redes, com a dúvida se fora Darwin ou Tosin o último a tocar: as imagens deixam a ideia que foi o uruguaio.

Assim, com 1-1, o Liverpool sufocou o Fulham por momentos. Os cottagers foram às cordas, mas saíram de lá quase com um knock-out! Mitrovic sofreu penálti e o próprio converteu no 2-1 para o Fulham!

Ainda assim, era o Liverpool quem estava pela frente e, numa bola colocada na área, a defesa não resolveu bem e, num toque involuntário, Darwin Nuñez assistiu Salah que fez o 2-2. 

Fim de emoção? Nada disso. Henderson ainda atirou uma bomba à barra de Rodak, na última jogada de um encontro que termina com um 2-2 perfeitamente justo por aquilo que o Fulham fez e pelo que o Liverpool reagiu. 

Patrocinados