Dakar: Joaquim Rodrigues Jr. regressou ao pódio na penúltima etapa

13 jan, 12:37
Joaquim Rodrigues voltou ao pódio no Dakar

Kevin Benavides foi o mais rápido nas motas, Carlos Sainz venceu nos carros

O argentino Kevin Benavides (KTM) venceu esta quinta-feira a 11.ª e penúltima etapa das motas do Rali Dakar de todo-o-terreno, enquanto o português Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi terceiro e o britânico Sam Sunderland (GasGas) voltou à liderança. Nos carros, venceu Carlos Sainz e Sébastian Loeb voltou a ganhar tempo ao líder Nasser Al-Attiyah.

Benavides, que tinha desistido na véspera com o motor da sua KTM partido, usou o «joker» disponível para regressar à competição, de forma a ajudar a equipa, e foi o mais rápido nos 345 quilómetros desenhados em redor da localidade de Bisha, na Arábia Saudita.

O argentino concluiu a penúltima etapa da 44.ª edição da prova com o tempo de 3:30.56 horas, deixando Sam Sunderland na segunda posição, a apenas quatro segundos, enquanto o português Joaquim Rodrigues Jr. (Hero), que venceu a terceira etapa, regressou agora ao pódio com o terceiro lugar, a 2.26 minutos.

Com estes resultados, Sam Sunderland recuperou a liderança da prova, com 6.52 minutos de vantagem sobre o chileno Pablo Quintanilla (Honda) e pode ter dado a machadada final na luta pela vitória.

O austríaco Mathias Walkner (KTM) é terceiro, a 7.15 minutos, enquanto o francês Adrien van Beveren (Yamaha) caiu de primeiro para quarto, depois desta quinta-feira não ter ido além de um modesto 15.º lugar. O português Joaquim Rodrigues subiu, provisoriamente, ao 14.º lugar da classificação geral.

Sainz venceu, Al-Attiyah continua líder

Entretanto, nos carros, o espanhol Carlos Sainz (Audi) venceu a penúltima etapa, enquanto o francês Sébastien Loeb (BRX) voltou a ganhar tempo ao líder, o catari Nasser Al-Attiyah (Toyota).

Sainz, vencedor das edições de 2010, 2018 e 2020, conquistou a 41.ª vitória em etapas na prova, segunda da presente edição, ao concluir os 345 quilómetros cronometrados desta quinta-feira, em Bisha, em 3:29.32 horas.

Sébastien Loeb foi segundo, a 2.21 minutos, e ganhou mais 4.21 minutos ao líder, Nasser Al-Attiyah, que foi apenas sétimo classificado. O argentino Lúcio Alvarez (Toyota) foi o terceiro classificado do dia, a 3.10 minutos de Sainz.

Com estes resultados, Al-Attiyah tem, agora, 28.19 minutos de vantagem sobre Loeb e 1:03.43 horas sobre o saudita Yazeed Al Rajhi (Toyota), terceiro classificado da geral.

 

Relacionados

Patrocinados