Dakar: Price vence nas motas, Peterhansel perto de fazer história nos carros

12 jan, 13:20
Toby Price venceu quinta etapa do Dakar

Adrien van Beveren está de volta à liderança na classificação geral das motos

O australiano Toby Price (KTM) venceu esta quarta-feira a 10.ª e antepenúltima etapa da 44.ª edição do Rali Dakar de todo-o-terreno, num dia em que o francês Adrien van Beveren (Yamaha) regressou ao comando da prova nas motas. Nos carros, Stéphane Peterhansel (Audi) somou a 49.ª vitória na carreira e está a apenas uma do recorde detido por Ari Vatanen.

Price gastou 3:05.32 horas para cumprir os 375 quilómetros cronometrados entre Wadi Ad Dawasir e Bisha, na Arábia Saudita.

O argentino Luciano Benavides (Husqvarna) foi segundo, a 2.09 minutos de Price, com Adrien van Beveren a ser terceiro, a 3.35 minutos, resultado que lhe valeu o regresso ao comando da classificação geral da prova.

O português Rui Gonçalves (Sherco) foi oitavo classificado, a 6.49 minutos e a apenas 20 segundos do quinto lugar. Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi 14.º classificado, a 8.36 minutos, e António Maio (Yamaha) foi 17.º, a 10.39.

O espanhol Joan Barreda (Honda) tinha terminado, inicialmente, na terceira posição, mas uma penalização de 4.00 minutos atirou-o para nono, atrás de Rui Gonçalves.

Na geral, Adrien van Beveren recuperou a liderança que já tinha tido após a sétima etapa, agora com o tempo de 33:27.06 horas e com 5.59 minutos de avanço sobre o britânico Sam Sunderland (GasGas), que hoje perdeu 11 minutos e não foi além da 19.ª posição na etapa.

O chileno Pablo Quintanilla (KTM) é terceiro, apesar de ter sido penalizado em dois minutos, estando a 6.15 minutos do primeiro lugar.

O anterior líder, o austríaco Mathias Walkner (KTM), perdeu mais de 15 minutos a abrir a pista e caiu para quarto da geral, a 8.24 minutos.

Joaquim Rodrigues subiu mais um lugar e é, agora, 14.º, a 1:00.02 horas do líder, enquanto António Maio é 23.º e Rui Gonçalves 24.º.

Peterhansel a uma vitória do recorde de Ari Vatanen

Entretanto, nos carros, o francês Stéphane Peterhansel (Audi) venceu a 10.ª e antepenúltima etapa, chegando aos 49 triunfos na prova, ficando agora a um do recorde do finlandês Ari Vatanen.

Este foi o primeiro triunfo de Peterhansel na presente edição da prova, tendo deixado o segundo classificado, o espanhol Carlos Sainz (Audi), a 2.06 minutos, após os 375 quilómetros cronometrados, entre Wadi Ad Dawasir e Bisha, na Arábia Saudita.

O argentino Orlando Terranova (BRX) foi terceiro, a 3.59 minutos de Peterhansel, que é o recordista de vitórias absolutas, com 14 (seis em motas e oito em carros).

O qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota) ficou com a liderança um pouco mais curta, depois de ter começado o dia com uma penalização de cinco minutos, devido ao faço de ter percorrido parte da etapa de terça-feira com os cintos de segurança mal apertados (durante menos de dois minutos).

Esta quarta-feira, foi sétimo classificado e cedeu 1.25 minutos, além da penalização, ao francês Sébastien Loeb (BRX), que foi quinto na tirada e está na segunda posição da geral, a 32.40 minutos do líder. O saudita Yazeed Al Rajhi (Toyota) é terceiro classificado, a 55.48 minutos.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Patrocinados