Coreia do Norte prepara novo teste nuclear

Agência Lusa , CE
29 abr, 08:05
Desfile militar em Pyongyang (Korean Central News Agency/Korea News Service via AP)

Uma análise a fotografias, obtidas por satélite esta semana, mostrou um grande volume de atividade no centro de testes nucleares norte-coreano de Punggye-ri, no nordeste do país

Especialistas do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais (CSIS, na sigla em inglês) dos Estados Unidos disseram que "os preparativos estão em andamento" para um novo teste nuclear da Coreia do Norte.

Uma análise a fotografias, obtidas por satélite esta semana, mostrou um grande volume de atividade no centro de testes nucleares norte-coreano de Punggye-ri, no nordeste do país, referiu o CSIS.

"A construção de novos edifícios, a movimentação de madeira e o aumento do volume de equipamentos e materiais à saída da nova entrada do túnel número 3 indicam que obras estão em curso, tanto no interior do túnel número 3 como no exterior, em áreas imediatamente próximas", de acordo com a análise.

As entradas dos túneis números 3, 2 e 4 foram demolidas pelo regime da Coreia do Norte em 2018, num gesto para facilitar o diálogo com os EUA, no início de conversações diplomáticas.

O diálogo com Washington está suspenso, desde o fracasso da cimeira de Hanói, em 2019, entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o ex-Presidente dos EUA Donald Trump.

Nas fotos obtidas é possível ver trabalhadores a jogarem voleibol durante uma pausa, fora da área administrativa, uma imagem que já vista em 2017, durante preparativos para o sétimo teste nuclear norte-coreano.

"Embora algumas fontes sugiram que o sétimo teste nuclear possa ocorrer entre maio e setembro deste ano, a data de um sétimo teste nuclear vai depender, sem dúvida, exclusivamente da decisão pessoal" de Kim Jong-un, referiu o CSIS.

Kim anunciou, na segunda-feira, planos para "fortalecer e expandir" o armamento nuclear do país, durante um desfile militar em Pyongyang.

Apesar das severas sanções internacionais, a Coreia do Norte está a intensificar os esforços para modernizar o exército e desde o início deste ano que tem testado armas proibidas por tratados internacionais.

Em 25 de março, a Coreia do Norte anunciou ter lançado no dia anterior, pela primeira vez, um "míssil gigante". Nas fotos e vídeos publicados, Kim Jong-un aparece a supervisionar o teste.

Relacionados

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados