Batido em 2022 recorde de cruzeiros e passageiros com origem ou destino no Porto de Lisboa

Agência Lusa , MJC
23 jan, 14:02
Turistas do cruzeiro em Lisboa começam a regressar a casa

Face a 2019, ano de referência antes da pandemia, houve um crescimento de 43% nas escalas e 21% no número de passageiros, informa o Porto de Lisboa

O Porto de Lisboa bateu, em 2022, os recordes de escalas e de passageiros de cruzeiros que tiveram como origem e/ou destino a capital portuguesa, ultrapassando pela primeira vez a centena de escalas neste segmento, anunciou hoje a administração.

Segundo o Porto de Lisboa, foram 103 as escalas de cruzeiro em ‘turnaround’ (as que tiveram como origem ou destino este porto), envolvendo 88.292 passageiros.

“Face a 2019, estes números representam crescimentos de 43% nas escalas e 21% no número de passageiros”, demonstrando “o interesse por parte dos operadores de cruzeiro para embarque e desembarque dos seus navios” neste porto, acrescentou a Administração do Porto de Lisboa (APL), citada numa nota enviada às redações.

Segundo a APL, em termos económicos, o segmento de ‘turnaround’ é o que traz mais riqueza aos destinos: um passageiro embarcado em Lisboa gasta em média 367 euros na cidade, segundo um Estudo de Impacto Económico da Atividade de Cruzeiros em Lisboa, que a entidade promoveu em parceria com a Lisbon Cruise Port e realizado pela Netsonda e a Nova SBE.

“Considerando que, em 2022, embarcaram no Porto de Lisboa 45.276 passageiros, estamos a falar de cerca de 17 milhões de impacto económico direto gerado apenas pelas pessoas que iniciaram a sua viagem na capital portuguesa”, realçou o presidente da Administração do Porto de Lisboa, Carlos Correia, citado no comunicado.

Globalmente, o Porto de Lisboa registou 327 escalas de navios de cruzeiro, “o que representou uma subida de 5,5%, face às 310 contabilizadas em 2019”.

Apesar de ter tido mais escalas, o Porto de Lisboa não registou, contudo, um aumento do número de passageiros (que foram 492.438 pessoas), “a exemplo do que se passou na generalidade do setor, em grande medida justificado pelos registos alcançados no primeiro semestre, período em que ainda vigoravam os protocolos sanitários a bordo por parte das companhias”, justificou.

Como curiosidade, a APL apontou que, no ano passado, três operadores estrearam-se e 22 navios de cruzeiro escalaram pela primeira vez o Porto de Lisboa, entre os quais dois deles – o ‘Silver Dawn’ e o ‘Evrima’ – foram batizados na cidade.

O Terminal de Cruzeiros de Lisboa foi distinguido como o melhor da Europa, uma distinção atribuída pelo World Cruise Awards, em 2022.

Relacionados

Viagens

Mais Viagens

Na SELFIE

Patrocinados