Ronaldo e Jorge Mendes: o fim de uma parceria de sucesso do futebol

4 jan, 15:52
Jorge Mendes e Cristiano Ronaldo

As duas partes estão nesta altura apenas ligadas pelo contrato com a Polaris, não havendo ligação para a representação do jogador. Desfecho começou a desenhar-se quando Ronaldo decidiu que não estava bem no Man. United e Gestifute ainda tratou da desvinculação com o clube inglês.

A transferência de Cristiano Ronaldo para o Al Nassr marcou a interrupção da relação com o empresário Jorge Mendes.

O proprietário da poderosa Gestifute, que representa várias das maiores estrelas do futebol português, aceitou que o jogador tomasse o destino nas suas mãos. O que significa, basicamente, poder negociar com outros clubes sem a intermediação do empresário.

No entanto, continua ativo o contrato com a Polaris, empresa também de Jorge Mendes que gere os direitos de imagem de vários atletas e que faz a gestão dos direitos comerciais de Ronaldo. Todos os acordos de patrocínio ou publicidade terão por isso de passar pela Polaris.

O fim da ligação de vinte anos começou a desenhar-se a partir do momento em que Cristiano Ronaldo sentiu que não estava bem no Manchester United, o que foi provocando ao longo dos tempos, sobretudo no último meio ano, um desgaste na relação entre as duas partes.

Apesar de tudo, ainda foi a Gestifute que fez a negociação do acordo para rescisão amigável de Ronaldo com o Manchester United.

A partir daí, e embora ainda tenha feito contactos para tentar encontrar um clube na Europa, Jorge Mendes não encontrou uma solução para o jogador e Cristiano Ronaldo decidiu tratar do futuro sozinho, o que o empresário aceitou.

Vale a pena referir que esta separação não provocou uma guerra entre as partes.

Em nome da amizade e do respeito, os dois concordaram na separação. Por isso nesta altura o único contrato que liga as duas partes é o que liga Ronaldo à Polaris.

Foi então que Ronaldo pediu ao manager e amigo Ricardo Regufe, que conheceu quando ele era representante da Nike em Portugal, há mais de duas décadas, para falar com o Al Nassr.

O primeiro contacto do clube árabe foi realizado no verão de 2021, quando o jogador saiu da Juventus, ainda junto de Jorge Mendes. Na altura o capitão da Seleção Nacional assinou pelo Manchester United, mas o Al Nassr não desistiu do interesse e voltou à carga neste último verão. As coisas voltaram a não acontecer e Ronaldo pediu agora Regufe para falar com o clube saudita de forma a perceber se o interesse se mantinha nesta fase.

Já o jogador considerou que a proposta árabe era boa, até pela ausência de outros interesses em países mais relevantes, pelo que avançou para as negociações com o apoio do manager e de um escritório de advogados em Espanha.

Fica assim encerrada, pelo menos para já, uma parceria com mais de duas décadas e que foi fundamental no sucesso de ambos. Jorge Mendes cresceu muito com as negociações dos vários contratos de Ronaldo e Ronaldo ganhou projeção planetária com o trabalho de promoção que a Gestifute realizou em vários mercados, sobretudo no norte-americano.

Relacionados

Ronaldo

Mais Ronaldo

Patrocinados