Bombeiros que combatiam incêndio encontram ossadas humanas junto à A8

Agência Lusa , FMC
22 jul, 13:36

Ossadas encontravam-se cobertas de vegetação com cerca de dois metros de altura, pelo que já lá estariam “há algum tempo”, antes de o fogo deflagrar

A Polícia Judiciária (PJ) vai investigar eventuais indícios de crime numas ossadas humanas encontradas esta sexta-feira pelos bombeiros de Torres Vedras junto ao local onde combateram um incêndio.

Fonte policial disse à agência Lusa que a PJ também foi chamada para investigar as causas do fogo, esclarecendo que os dois eventos não estão relacionados.

O comandante da corporação dos bombeiros de Torres Vedras, Hugo Jorge, explicou que as ossadas foram encontradas “por mero acaso” numa estrada de terra batida, que dá acesso à Serra dos Cucos, junto ao viaduto da autoestrada A8, à saída de Torres Vedras.

“Foi um pequeno foco de incêndio [em zona de mato] que estava a progredir no sentido sul e deparámo-nos com essas ossadas”, disse.

As duas fontes explicaram que as ossadas se encontravam cobertas de vegetação com cerca de dois metros de altura, pelo que já lá estariam “há algum tempo”, antes de o incêndio deflagrar.

A fonte policial adiantou ainda que, após investigação no local, as ossadas vão ser transportadas para o Instituto de Medicina Legal de Torres Vedras, a fim de serem sujeitas a autópsia, que poderá indicar ou excluir a existência de crime.

No combate ao fogo estiveram 12 operacionais e quatro veículos dos bombeiros.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados