Buscas de criança espanhola no Rio Minho retomadas com meios portugueses e espanhóis

Agência Lusa , PP (atualizado às 12:32)
1 mai, 12:01
Rio Minho

Alerta do desaparecimento por elementos de uma família espanhola na Praia fluvial de Arbo, do lado espanhol, foi dado sábado e as buscas estão a ser realizadas com a intervenção da Polícia Marítima de Caminha, bem como com o apoio de elementos dos Bombeiros de Melgaço e de meios espanhóis

As buscas para encontrar uma criança espanhola desaparecida no sábado no rio Minho, na zona de Melgaço, foram hoje de manhã retomadas, disse fonte do Comando Distrital de Operação de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo.

Em declarações à agência Lusa, fonte do CDOS de Viana do Castelo explicou que as buscas de criança desaparecida no sábado “foram retomadas pelas 08:05”, no Rio Minho “via terra” e “via mar”.

Em declarações à Lusa, o comandante do Comando da Capitania do porto de Caminha, Pedro Santos Jorge, disse que até as 11:30 de hoje “ainda não tinham conseguido encontrar a criança”, afirmando que as buscar iriam continuar até conseguirem encontrar o menino ou, caso não fosse encontrado, iriam prosseguir até à noite.

Segundo o responsável, as autoridades espanholas terão solicitado à entidade responsável pela barragem de Freiría (parte espanhola) para baixar o volume do caudal, de forma a facilitar as buscas.

“Pode ajudar nas buscas ao diminuir o caudal”, observou o comandante da Capitania de Caminha, acrescentando que da parte da Polícia Marítima portuguesa, as buscas foram retomadas esta manhã, com dois binómios cinotécnicos (equipa normalmente formada por um cão e por um polícia), estando um na margem portuguesa do Rio Minho, e outro no rio, numa embarcação.

O alerta do desaparecimento por elementos de uma família espanhola na Praia fluvial de Arbo, do lado espanhol, foi dado sábado e as buscas estão a ser realizadas com a intervenção da Polícia Marítima de Caminha, bem como com o apoio de elementos dos Bombeiros de Melgaço e de meios espanhóis.

Fonte dos Bombeiros de Melgaço confirmou hoje à Lusa que há “oito elementos” da corporação de Melgaço a realizar buscas na margem portuguesa do Rio Minho.

Segundo se lê na edição 'online' de hoje no jornal La Voz de Galicia, a ocorrência aconteceu cerca das 19:00 (18:00 em Portugal), quando “a criança de 10 anos perdeu uma sandália e entrou na água para buscá-la pela mão do progenitor. A forte corrente arrastou-os”.

Junto a eles, na praia fluvial, estava a mãe e outra criança, uma menina de oito anos. A família é de Vigo, acrescenta o jornal La Voz de Galicia .

O pai, de 42 anos de idade, ainda foi retirado com vida, mas acabou por não resistir, avança o jornal La Voz de Galicia.

País

Mais País

Patrocinados