Covid-19: UE encoraja "fortemente" Estados-membros a imporem testes a quem venha da China

Agência Lusa , AG
4 jan, 21:15
Aeroporto

China já rejeitou veementemente estas ações e alertou para "contramedidas"

A União Europeia (UE) encorajou esta quarta-feira “fortemente” os Estados-membros a imporem testes à covid-19 antes da partida de passageiros oriundos da China, medida que deve ser mal recebida por Pequim e que já foi criticada pelo setor da aviação.

Após uma semana de negociações entre especialistas em saúde da UE, não foi alcançado um acordo para que os 27 Estados-membros adotassem restrições, mas foram decididas outras recomendações que caberá a cada país aplicar: o uso obrigatório de máscara para os viajantes provenientes da China, testes aleatórios à chegada ou mesmo o controlo de águas residuais de aeroportos e aviões provenientes da China.

A China já rejeitou veementemente estas ações e alertou para “contramedidas” caso tais políticas fossem impostas em todo o bloco.

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados