DGS anuncia novidades para nova dose de reforço: envolve crianças e idosos e começa na próxima semana

12 mai, 20:15
Lar de idosos

Aprovação da segunda dose de reforço para as crianças teve parecer favorável da Comissão Técnica de Vacinação

As pessoas com 80 anos ou mais e os residentes em Estruturas Residenciais para Isodos (ERPI) vão receber a ser a segunda dose de reforço da vacina contra a covid-19. De acordo com um comunicado da Direção-Geral da Saúde (DGS), a vacinação inicia-se já na próxima segunda-feira, 16 de maio.

O processo de vacinação para estas pessoas vai decorrer nos centros de vacinação e nos centros de saúde das respetivas áreas de residência.

Ainda segundo a DGS, as crianças e jovens entre os 12 e os 15 anos que tenham condições de imunossupressão também passam a ser elegíveis para receber uma dose adicional da vacina contra a covid-19. A decisão surge depois de um parecer favorável da Comissão Técnica de Vacinação.

"Os jovens com estas condições serão vacinados de acordo com orientação e prescrição médica", acrescenta o comunicado.

A população elegível para esta vacinação é de cerca de 750 mil pessoas, que devem ser vacinadas com um intervalo mínimo de quatro meses após a última dose ou após um diagnóstico de infeção por SARS-CoV-2, ou seja, este "reforço abrange também as pessoas que recuperaram da infeção", avançou o departamento liderado por Graça Freitas.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados