Madeira cancela festas de Carnaval por causa da covid-19

Agência Lusa , AM
4 jan, 14:53
Máscaras esculpidas em madeira entre as principais atrações do Carnaval de Lazarim
Máscaras esculpidas em madeira entre as principais atrações do Carnaval de Lazarim

Festas aconteciam de 26 de fevereiro a 2 de março, mas governo insular considerou não estarem reunidas as condições se segurança a nível de saúde para a sua realização

PUB

As festividades de Carnaval na Madeira, programadas para decorrer entre os dias 26 de fevereiro e 2 de março, foram canceladas, devido à evolução da situação pandémica da covid-19 na região, anunciou esta terça-feira o governo insular.

“O Governo Regional da Madeira entende não estarem reunidas as condições de segurança em termos de saúde pública para que o evento se realize”, lê-se na informação divulgada pelo gabinete do secretário do Turismo e Cultura do arquipélago.

PUB

Por isso, o executivo “decidiu cancelar as festas que teriam lugar entre os dias 26 de fevereiro e 2 de março”, acrescenta.

As 19 trupes que iriam desfilar no cortejo de carnaval, o principal evento deste cartaz, que é assistido por milhares de residentes e visitantes, já estão a ser informadas desta decisão.

O executivo madeirense assegura ter sido “sensível às preocupações dos grupos envolvidos que transmitiram dificuldades na organização dos ensaios, pelo receio manifestado por parte dos participantes relativamente ao perigo de contágio”.

PUB
PUB
PUB

Também argumenta que, “ao contrário do que aconteceu na Festa da Flor”, cuja programação, em 2020 e 2021, pôde ser “deslocada para outras alturas do ano sem prejuízo do seu propósito, as Festas de Carnaval não podem ser adiadas”.

Devido à atual situação pandémica, o executivo regional considera que cancelar os eventos de Carnaval previstos é “a decisão mais acertada”.

O governo madeirense aponta que, “a nível nacional e mesmo internacional, as celebrações do Carnaval em 2022 estão a ser canceladas ou estão envoltas em indefinição”, nomeadamente na Nazaré e Torres Vedras.

No Brasil, exemplifica, “a maioria dos desfiles e festividades de Carnaval já foi cancelada, com destaque para o conhecido Carnaval da Bahia”, e, na Europa, pela incerteza causada pelo aumento de casos de covid-19 devido à variante Ómicron, Veneza ainda não confirmou a realização presencial das festas de Carnaval.

De acordo com os últimos dados divulgados segunda-feira pela Direção Regional de Saúde, a Madeira registou 1.043 novos casos de covid-19 e tem atualmente 6.308 casos ativos de infeção por SARS-CoV-2.

PUB
PUB
PUB

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados