Covid-19 faz disparar baixas por doença em maio

Agência Lusa , CV
20 jun, 22:21
Homem de máscara (Associated Press)

As prestações abrangem o subsídio de doença, o subsídio de doença profissional, o subsídio de tuberculose, a concessão provisória de subsídio de doença, as baixas por contágio e o subsídio por isolamento profilático (próprio) pelo coronavírus

O número de baixas por doença aumentou 86% em maio face ao mesmo período do ano passado e subiu 28,4% comparando com abril, para 333.037, mostram as estatísticas mensais da Segurança Social divulgadas esta segunda-feira.

"No mês de maio, as prestações de doença foram atribuídas a 333.037 pessoas", lê-se na síntese elaborada pelo Gabinete de Estratégia e Planeamento (GEP) do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

O número de beneficiários aumentou em 28,4% face ao mês anterior, verificando-se assim mais 73.720 pessoas a receber prestações por doença face a abril.

Em relação ao período homólogo, o aumento foi de 153.996 beneficiários (mais 86%).

As prestações abrangem o subsídio de doença, o subsídio de doença profissional, o subsídio de tuberculose, a concessão provisória de subsídio de doença, as baixas por contágio e o subsídio por isolamento profilático (próprio) pelo coronavírus.

O número de subsídios de doença atingiu em maio o valor mais elevado desde janeiro, tendo sido abrangidas por esta prestação 170.316 pessoas, das quais 59,1% do sexo feminino.

O grupo etário dos 50 aos 59 anos é o mais representado (28,9%), seguido pelo grupo com idades entre os 40 e os 49 anos, com 26%.

Os dados relativos a maio indicam ainda que, no âmbito dos vários regimes de Segurança Social, foram processadas 2.068.949 pensões de velhice, um aumento de 1.372 pensões face a abril e mais 14.250 relativamente ao período homólogo.

A pensão de sobrevivência abrangeu 734.981 pessoas, mais 1.161 face a abril e um aumento de 13.468 em termos homólogos, enquanto a de invalidez manteve a tendência de redução do último ano, tendo sido processadas 174.392.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados