Lisboa passa a ter só dois centros de vacinação já a partir de dia 1

Ontem às 13:04
Vacinação dos jovens dos 12 aos 15 anos
Vacinação dos jovens dos 12 aos 15 anos

Dos centros de vacinação já existentes, só o da Ajuda não é fechado. A Câmara Municipal de Lisboa aposta na criação de um grande centro no Parque das Nações

PUB

A partir da próxima quarta-feira, 1 de dezembro, Lisboa passará a ter apenas dois centros de vacinação para a covid-19 e gripe: um grande centro no Parque das Nações e o já existente na Ajuda.

O anúncio foi feito através de comunicado por parte da Câmara Municipal de Lisboa, que dá conta do encerramento dos centros de vacinação do Picadeiro (localizado no Príncipe Real), do Serviços Sociais da Câmara Municipal de Lisboa (no Areeiro) e do Pavilhão 3 do Estádio Universitário de Lisboa - este último com uma capacidade de três mil vacinas por dia.

PUB

“A necessidade de reforçar a capacidade de vacinação na cidade de Lisboa impôs mudanças ao processo, motivando a decisão de abrir um grande centro no Pavilhão 4 da Feira Internacional de Lisboa (Parque das Nações), com 60 postos e uma capacidade para realizar até nove mil inoculações contra a Covid-19 ou gripe por dia”, lê-se no comunicado.

Novas datas

À exceção do centro de vacinação da Ajuda, que se manterá aberto, os restantes centros existentes em Lisboa irão ser encerrados de forma gradual até dia 1 de dezembro, data na qual o grande centro da FIL entrará em funcionamento.

PUB
PUB
PUB

Segundo a informação adiantada pela autarquia, os centros do Picadeiro do Real Colégio e do Pavilhão 3 do Estádio Universitário de Lisboa só irão funcionar até domingo, dia 28. O último dia de vacinação nos Serviços Sociais da CML será a 29 de novembro. No dia 30, apenas o centro médico de vacinação da Ajuda estará em funcionamento.

A partir do dia 1 de dezembro, os dois únicos centros de vacinação de Lisboa estarão abertos todos os dias, incluindo fins de semana e feriados, das 9h00 às 19h00.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.

Covid-19

Mais Covid-19