Neil Young exige que músicas sejam removidas do Spotify devido a desinformação sobre a covid-19

25 jan, 15:16
Neil Young (AP)

“O Spotify está a espalhar informações falsas sobre as vacinas, levando potencialmente à morte daqueles que acreditam na desinformação disseminada pelo mesmo. Quero toda a minha música fora da plataforma”, escreveu o músico

O músico Neil Young exigiu que toda a sua música fosse removida do Spotify devido à desinformação relativamente à vacina contra a covid-19 transmitida por Joe Rogan, através de um podcast naquela plataforma de streaming.

“O Spotify está a espalhar informações falsas sobre as vacinas, levando potencialmente à morte daqueles que acreditam na desinformação disseminada pelo mesmo. Quero toda a minha música fora da plataforma”, escreveu o músico numa carta aberta.

A carta aberta é dirigida ao agente e à sua editora, na qual pede para que seja retirada todo o conteúdo musical produzido por ele daquela plataforma.

O artista apontou concretamente o nome de Joe Rogan, que através do seu podcast espalha "desinformação" sobre o processo de vacinação contra a covid-19 e a evolução da pandemia, levando a que os negacionistas possam divulgar as suas ideias e que, em última instância, provoque "a morte daqueles que acreditam" nessa desinformação.

Neil Young vai mais longe e acrescenta mesmo que o Spotify ou tem Rogan, ou tem Young, "mas não pode ter ambos".

O podcast “The Joe Rogan Experience”, de Joe Rogan, é um conteúdo exclusivo daquela plataforma.

De recordar que, só no último mês, 270 médicos, cientistas e profissionais de saúde assinaram uma carta aberta a solicitar que o Spotify implementasse uma política de forma a conseguir "filtrar" a desinformação por considerarem que o podcast em questão constitui uma “ameaça à saúde pública”.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Música

Mais Música

Patrocinados