Pyongyang envia mais de 300 balões com lixo para a Coreia do Sul

Agência Lusa , MM
10 jun, 08:45

Irmã do líder norte-coreano promete “uma nova resposta” à propaganda de Seul contra o regime da Coreia do Norte através de altifalantes ao longo da fronteira, e descreve a situação como “muito perigosa”

A Coreia do Norte lançou cerca de 310 balões carregados de lixo através da fronteira sul no domingo à noite, de acordo com o exército sul-coreano citado pela agência de notícias Yonhap.

“O último lote de balões carregados de lixo enviado no domingo continha resíduos de papel e plástico, não tendo sido detetado qualquer material tóxico até ao momento”, afirmou o Estado-Maior sul-coreano.

No domingo, a irmã líder norte-coreano, Kim Jong-un, prometeu “uma nova resposta” à propaganda de Seul contra o regime da Coreia do Norte através de altifalantes ao longo da fronteira, descrevendo a situação como “muito perigosa”.

Se Seul “optar por fazer provocações através da distribuição de panfletos e altifalantes (...), não há dúvida de que será testemunha da nossa nova resposta”, declarou Kim Yo-jong, citada pela agência de notícias oficial norte-coreana KCNA.

Para a irmã do líder norte-coreano, o relançamento da campanha sul-coreana é “um prelúdio de uma situação muito perigosa”.

A Coreia do Sul anunciou o recomeço da transmissão de propaganda em altifalantes contra o regime norte-coreano na fronteira entre os dois países, em resposta aos envios de balões cheios de lixo dos norte-coreanos.

A decisão foi aprovada pelo Conselho de Segurança Nacional da Coreia do Sul, no final de uma reunião de emergência, no domingo, com Seul a acrescentar que “a responsabilidade por qualquer escalada de tensão entre as duas Coreias recairá inteiramente sobre a Coreia do Norte”.

Desde 28 de maio, a Coreia do Norte enviou mais de 1.300 balões cheios de lixo e resíduos através da fronteira entre as duas Coreias, em resposta à propaganda de Seul contra o líder norte-coreano.

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados