EUA enviam porta-aviões nuclear para a Península da Coreia

12 abr, 06:02
O porta-aviões USS Abraham Lincoln

Navios norte-americanos farão exercício conjuntos com o Japão numa altura em que se teme que a Coreia do Norte possa estar a preparar um ensaio nuclear subterrâneo

Uma frota liderada pelo porta-aviões norte-americano USS Abraham Lincoln está ao largo da Península Coreana para exercícios, anunciou uma fonte da Defesa norte-americana citada pela agência Reuters. A presença dos navios de guerra dos EUA já havia sido noticiada por meios de comunicação sul-coreanos. 

O destacamento das forças da Armada norte-americana para aquela zona do Mar do Japão acontece num momento em que cresce a tensão na região por causa dos reiterados testes de mísseis da Coreia do Norte.

Segundo a fonte citada pela Reuters, o grupo de navios está no Mar do Japão para exercícios com forças japonesas, com o objetivo de tranquilizar os aliados e parceiros dos EUA na região. A presença do porta-aviões nuclear serve também como demonstração de força para Pyongyang, numa altura em que as secretas dos EUA e da Coreia do Norte admitem que a Coreia do Norte esteja a preparar-se para realizar um ensaio nuclear subterrâneo.

 

Kim prepara ensaio nuclear? 

 

Esta semana, a data em que comemoram os 110 anos do nascimento do fundador da Coreia do Norte - Kim Il Sung, avô do atual líder norte-coreano, Kim Jong Un - pode dar um pretexto para que Pyongyang celebre com uma demonstração do seu poderio militar. Um teste nuclear será uma das hipóteses, tendo em conta que os norte-coreanos estariam a reabilitar os túneis onde desenvolveram este tipo de testes no passado. 

Esta é a primeira vez desde 2017 que um grupo de navios de guerra da Marinha dos EUA se desloca para as águas entre a Coreia do Sul e o Japão. Também nesse ano, a demonstração de força dos norte-americanos doi a resposta aos testes de mísseis e de armas nucleares que a Coreia do Norte estava a desenvolver.

Segundo a agência noticiosa Yonhap, da Coreia do Sul, o USS Abraham Lincoln ficará naquela área durante três a cinco dias.

 

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados