COP27: Santos Silva quer decisões para que se cumpra metas ambientais do Acordo de Paris

Agência Lusa , DCT
6 nov, 12:06
Augusto Santos Silva (Lusa/António Cotrim)

Esta posição foi transmitida na conta de Augusto Santos Silva na rede social Twitter

O presidente da Assembleia da República considerou essencial que a Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP27), que este domingo se inicia em Sharm el-Sheikh, no Egito, tome decisões para se cumprir o Acordo de Paris.

Esta posição foi transmitida na conta de Augusto Santos Silva na rede social Twitter, numa mensagem em que também destacou a presença na cimeira do clima de uma “delegação parlamentar pluripartidária portuguesa”.

“Esperamos decisões: Temos de fazer muito mais, para cumprir o Acordo de Paris [de 2015] e apoiar os países mais vulneráveis”, escreveu o ex-ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros.

“O primeiro-ministro, António Costa, chega hoje a Sharm el-Sheikh, no Egito, para participar na Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP27), com uma agenda dedicada às questões do combate à seca, políticas de transição energética e hidrogénio verde.

António Costa estará nesta cidade turística do Sinai, junto ao mar Vermelho, acompanhado pelo ministro do Ambiente e da Ação Climática, Duarte Cordeiro, estando o seu discurso de fundo perante a COP27 agendado para terça-feira.

Na segunda-feira, segundo fonte do Governo, o primeiro-ministro irá à sessão de abertura da Cimeira dos Líderes da COP27 e depois vai estar presente na mesa-redonda sobre “Transição Justa”, na qual se discutirá o impacto social das políticas públicas orientadas para a transição energética.

Depois, o líder do executivo marca presença no lançamento da Aliança internacional para a Resiliência face à Seca (IDRA) – uma iniciativa do Senegal e do presidente do Governo espanhol Pedro Sánchez.

Decisores políticos, académicos e organizações não-governamentais reúnem-se entre hoje e o próximo dia 18 na COP27. Nesta conferência estarão responsáveis políticos em representação de mais de duas centenas de países.

Clima

Mais Clima

Patrocinados